i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Europa

FMI pede a Portugal "persistência" diante da crise

  • PorAFP
  • 20/12/2011 18:30

O FMI pediu nesta terça-feira (20) a Portugal que "persista" com suas reformas diante da crise da zona do euro, alertando que este é o principal risco para a economia portuguesa.

"Apesar de ter havido progressos na aplicação do programa (...), os ventos sopram cada vez mais no sentido contrário e é indispensável ser persistente", assinalou o Fundo Monetário Internacional em um relatório sobre a utilização por Portugal de um crédito concedido pelo organismo.

O FMI aprovou a entrega de 2,9 bilhões de euros a Portugal, elevando a 13,60 bilhões o valor concedido aos portugueses, de um crédito total de 28 bilhões de euros até maio de 2013.

O programa de austeridade que acompanha este crédito não permitiu ao país retomar o crescimento e o FMI prevê uma contração do PBI português de 3% em 2012.

"As turbulências nos mercados mundiais poderão debilitar ainda mais o crescimento e as condições de financiamento e de crédito bancário. Superar estes desafios exigirá um forte e duradouro compromisso político nacional", destaca o Fundo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.