Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Mehdi Fedouach/AFP
| Foto: Mehdi Fedouach/AFP

Autoridades europeias ordenaram ontem inspeções urgentes em um terço da frota dos superjumbos A380, da Airbus, depois da descoberta de rachaduras em uma aeronave desse modelo. A checagem, com duração aproximada de seis semanas, deve afetar as companhias aéreas Singapore Airlines, Dubai Emirates e Air France. A decisão da Agência Europeia de Segurança de Aviação segue o anúncio da Airbus sobre a descoberta de rachaduras em duas aeronaves com apenas duas semanas de intervalo. De acordo com a agência, as rachaduras encontradas na segunda ocasião são mais severas que as primeiras e podem se desenvolver em outras aeronaves se o problema não for resolvido. A Airbus disse que as rachaduras não são críticas e insistiu que o A380 é um modelo seguro para voos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]