i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
petróleo

Governo não pretende baixar preço dos combustíveis com exploração do pré-sal

  • PorAgência Brasil
  • 10/09/2009 08:41

O governo não pretende diminuir o preço dos combustíveis quando começar a extração do petróleo da camada pré-sal no Brasil. A informação é do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, que participa nesta quinta-feira (10) de audiência pública nas comissões de Assuntos Econômicos e Infraestrutura do Senado.

"Os próximos governos tomarão as iniciativas que julgarem necessárias, mas nosso objetivo não caminha nesse sentido", disse o ministro.

Segundo Lobão, o preço da gasolina sofre influência dos tributos, o que faz o valor do petróleo ou a abundância dele no país influenciar pouco o preço final do combustível. Além disso, de acordo com ele, baixar os preços na bomba incentivaria o aumento da frota de veículos, o que poderia ser prejudicial.

"Por que o preço do combustível não fica mais baixo? Porque o Brasil tem 200 milhões de habitantes. Reduzir o preço estimula a produção de automóveis, agride o meio ambiente e acaba com o já deficiente sistema viário do país."

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.