i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Crescimento

Governo vai planejar para o longo prazo

  • Por
  • 13/12/2006 17:45

Brasília – Depois de oito horas de reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e mais dez ministros, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, disse ontem que o governo está trabalhando com uma mentalidade de longo prazo na definição das ações para elevar os investimentos públicos em infra-estrutura. "Percebemos ao longo do governo que os investimentos extravasam o horizonte orçamentário, eles têm caráter plurianual", disse Dilma. Segundo ela, não se falou em estabelecer um orçamento plurianual, mas essa seria uma possibilidade para depois de 2007.

Dilma afirmou que a idéia de preparar um orçamento separado para obras de infra-estrutura visa criar um processo mais transparente, seguro e sistemático de gastos. "Não dá para fazer investimentos por soluços. É preciso ter horizonte e regras definidas porque senão as empresas embutem no preço o risco de paralisações da obra e você acaba tendo uma obra mais cara", explicou a ministra.

Segundo ela, os recursos destinados a investimentos em infra-estrutura não podem ser tratados da mesma forma como a verba para custeio, que pode ser orçada em horizonte de um ano. A ministra afirmou que a idéia é ter um documento semelhante ao Plano Plurianual (PPA), que orce as obras dentro do prazo de duração. Segundo Dilma, o orçamento para investimentos precisa ser mais explícito e ter quantitativos precisos sobre a obra que será licitada.

Na reunião foram discutidos projetos nas áreas de logística, energia e saneamento, que consideram necessidades do país até 2010.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.