Representantes do setor econômico da Grécia terão nesta terça-feira (20) uma série de reuniões com credores internacionais, enquanto o país enfrenta pressões para que não decrete a suspensão do pagamento de sua dívida. Paralelamente, a agência de classificação de riscos Standard and Poor's rebaixou a nota da dívida italiana, assim como a Espanha, Irlanda, Grécia, Portugal e o Chipre também tiveram as notas de suas dívidas rebaixadas neste ano. Na segunda-feira (19), o ministro das Finanças da Grécia, Evangelos Venizelos, participou de uma reunião de duas horas com auditores de países da zona do euro e com representantes do Fundo Monetário Internacional (FMI), que estão avaliando o plano do governo grego de reduzir seu déficit. O governo informou que precisa de pelo menos US$ 11 bilhões (R$ 19 bilhões) ou não terá dinheiro em caixa a partir do próximo mês.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]