i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Negócio

Grupo Cosan confirma negociações entre a Rumo e a ALL

Na semana passada, as ações da ALL subiram quase 16% após rumores de uma possível fusão com a Rumo

  • PorAgência O Globo
  • 14/01/2014 10:45

O Grupo Cosan, que atua nos setores de infraestrutura e energia, informou através de nota divulgada nesta terça-feira, que a sua controlada, a Rumo Logística, tem mantido tratativas preliminares com a concessionária ALL sobre "possível combinação de atividades". De acordo com a nota, assinada pelo vice-presidente de finanças e diretor de relações com investidores, Marcelo martins, a Cosan afirmou ainda que até o momento não houve formalização de uma proposta. Na semana passada, as ações da ALL subiram quase 16% após rumores de uma possível fusão com a Rumo.

Ainda de acordo com a nota da Cosan, o vice-presidente de Finanças informou que o grupo encerrou as negociações relativas à aquisição de ações da ALL. Em 2012 o Grupo Cosan fez uma proposta expressiva para entrar no bloco de controle da ALL. Foram oferecidos quase R$ 900 milhões para comprar 38,9 milhões de ações da ALL, o equivalente a 5,6% do capital total da companhia.

O valor representava um prêmio de R$ 400 milhões (ou R$ 23 por ação) em relação ao valor das ações negociados na época. A oferta da Cosan, porém, não vingou. Alguns acionistas do bloco de controle avaliaram que a influência da Cosan no bloco de controle seria muito expressiva e acabaram barrando o negócio.

A possibilidade de uma fusão entre a ALL e a Rumo surgiu a partir do descontentamento do governo federal com o desempenho da ALL. No fim do ano passado, o ministro dos Transportes, César Borges, disse que a concessionária não está atendendo as necessidades de investimento para garantir a manutenção preventiva das ferrovias sob sua responsabilidade. O ministro afirmou que o governo aumentará a fiscalização sobre a empresa. A gota d'água foi o descarrilamento de um trem carregado de milho da ALL na região de São José do Rio Preto no fim de novembro, que deixou oito mortos.

"Com novos investidores, a ALL poderia fazer os investimentos necessários na malha ferroviária da companhia. Além disso, pela importância estratégica da companhia, que transporta de 60% dos grãos da safra brasileira, seria mais interessante que o negócio fosse feito com um grupo nacional", diz um analista de mercado, que acompanha as duas empresas.

Veja a íntegra da nota

A Cosan S.A. Indústria e Comércio (BM&FBOVESPA: CSAN3) comunica aos seus acionistas e ao mercado em geral que conforme publicado em seu Fato Relevante de 14 de agosto de 2013, encerrou as negociações relativas à aquisição de ações de emissão da ALL- América Latina Logística S.A. ("ALL") , anteriormente anunciada em Fato Relevante no dia 21 de fevereiro de 2012.

Entretanto, a Rumo Logística Operadora Multimodal S.A. ("Rumo"), controlada da Cosan, tem mantido tratativas preliminares com a ALL sobre uma possível combinação de suas atividades sem que qualquer proposta tenha sido formalizada até o momento.

A Companhia manterá o mercado informado quanto à evolução de tais tratativas.

São Paulo, 13 de janeiro de 2014

Marcelo MartinsVice Presidente de Finanças e Diretor de Relações com Investidores"

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.