i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Preços

Hotéis de Curitiba são os mais caros do Sul do país

Em comparação com Porto Alegre e Florianópolis, valores chegam a ser até 39,5% maiores

  • PorLuan Galani
  • 24/10/2014 15:29

Os hotéis de Curitiba são os mais caros do Sul do Brasil, revela levantamento da MSH Gestão Hoteleira, empresa do Grupo M. Stortti. Segundo a pesquisa, a diferença pode chegar a 39,5%. Enquanto a diária de um quarto individual (single) em hotel de Florianópolis custa R$ 185,97 e, em Porto Alegre, sai por R$ 233,18, em Curitiba o mesmo quarto gira em torno de R$ 259,58. O estudo levou em conta os principais hotéis das três capitais registrados em sites especializados em reservas de hospedagem, de 12 a 18 de outubro.

Verifica-se ainda que nas três capitais há sinalização de queda dos preços médios das diárias, se comparados com os valores de setembro. No mês passado, a diária média de um quarto single em Curitiba saia por R$ 272,61, cerca de 5% mais caro que agora. Em Porto Alegre, para o mesmo período, a diária custava R$ 252,68, aproximadamente 8% mais que o cobrado hoje. Já Florianópolis registrava diária de R$ 183,19, em torno de 1,5% mais cara que em outubro.

Motivos do alto preço

Segundo o site Custo de Vida, que calcula os custos de vida em 87 cidades brasileiras, desde 2011, Curitiba é a capital do Sul mais cara para se viver. A capital paranaense ocupa a 8ª posição. Florianópolis está em 17º e Porto Alegre figura em 22º.

Para Alexandre Sampaio, presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), o que explica os altos preços das diárias em Curitiba são a maior valorização das tarifas dos hotéis e o aumento na demanda pelos serviços. "Isso ocorre por Curitiba possuir um turismo de negócios mais robusto do que as outras duas capitais do Sul", garante Sampaio.

Já sobre a ligeira queda observada nos preços das diárias em outubro, o presidente da FBHA conta que dois fatores explicam a queda das diárias. "Primeiro, 2014 é um ano atípico na hotelaria, com a realização da Copa do Mundo e das eleições. Após a Copa registra-se a queda nas diárias porque, com as eleições, estamos atravessando uma diminuição dos movimentos empresariais, ou seja, menos negócios", diz Sampaio. "O outro fator que está contribuindo para a redução das tarifas dos hotéis é o enfraquecimento do PIB."

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.