i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
EUA

Índices sobem com dados econômicos positivos

Dow Jones avançou 0,46 por cento para 12.341 pontos. O S&P 500 registrou acréscimo de 0,39 por cento, para 1.319 pontos

  • PorReuters
  • 15/04/2011 15:37

Indicadores econômicos encorajadores ditaram altas nos principais índices acionários dos Estados Unidos nesta sexta-feira (15), mas o mercado terá um grande teste na próxima semana, quando mais de um quinto das empresas que integram o Standard & Poor's 500 irão reportar seus resultados.

O Dow Jones avançou 0,46 por cento para 12.341 pontos. O S&P 500 registrou acréscimo de 0,39 por cento, para 1.319 pontos. O Nasdaq subiu 0,16 por cento, para 2.764 pontos.

Na semana, o Dow recuou 0,3 por cento, enquanto o S&P 500 e o Nasdaq tiveram perda de 0,6 por cento cada.

O S&P 500 teve queda pela segunda semana consecutiva, e alguns no mercado apontaram para uma forte resistência se firmando ao redor do patamar de 1.340 pontos.

Um outro sinal preocupante foi que investidores favoreceram novamente setores considerados defensivos, que tendem a ter melhor desempenho em tempos de menor crescimento.

Resultados desapontadores do Google e da Infosys puxaram para baixo as ações do setor de tecnologia, ao mesmo tempo em que o setor financeiro sofreu com o balanço do Bank of America.

"Alguns resultados não eram exatamente o que o mercado esperava, mas mesmo assim os dados macroeconômicos foram muito bons pela manhã", disse Paul Zemsky, diretor da gestora de ativos ING, em Nova York.

A inflação ao consumidor nos EUA permaneceu contida em março, enquanto a produção industrial cresceu. Uma pesquisa separada revelou melhoras no sentimento do consumidor norte-americano em abril.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.