Aeronave repete em tempo real com uma caneta os traços feitos por um usuário em uma lousa | Divulgação /MIT
Aeronave repete em tempo real com uma caneta os traços feitos por um usuário em uma lousa| Foto: Divulgação /MIT

Drones já são conhecidos por conseguirem capturar do ar belas imagens e vídeos, dignas de figurarem em exposições fotográficas. Agora, viraram ferramentas de desenho para criar arte em um estado mais primitivo.

Estudantes do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, da sigla em inglês) desenvolveram um projeto artístico chamado A Flying Pantograph (Um Pantógrafo Voador, em uma tradução literal), que utiliza um drone capaz de copiar, em tempo real, os traços feitos por usuários em uma tela e desenhar esses mesmos riscos em um painel.

Visitantes do MIT puderam interagir com o experimentoDivulgação/MIT

Uma câmera captura o movimento feito por um usuário com a caneta em uma lousa e um computador repassa ao drone esse movimento. A aeronave, equipada com sua própria caneta, repete os gestos em um painel, na vertical, enquanto voa.

“Apesar da forte ligação presente entre os movimentos do artista e os do drone, eles estão fisicamente desconectados – permitindo que a própria expressão estética programada e mecânica do drone se intercale com a relação entre o artista e a tela”, escrevem os estudantes Sang-won Leigh e Harshit Agrawal na apresentação do projeto, que contou com a participação de visitantes do MIT que podiam fazer seus próprios desenhos com o drone.

O sistema desenvolvido pelos estudantes do MIT permite que o drone seja programado para replicar os desenhos em maior ou menor escala ou para desenhar os traços ao contrário (como se estivessem em um espelho), em tempo real.

Vale lembrar que o “drone desenhista” é um projeto desenvolvido dentro do laboratório de mídia e tecnologia do instituto e não foi pensado para ser utilizado comercialmente – até porque uma aeronave que repete traços em um painel parece ter pouca utilidade prática, além de entreter os espectadores.

Veja abaixo um vídeo divulgado pelo MIT que mostra o experimento em ação:

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]