Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | /Divulgação
| Foto: /Divulgação

Quando se pensa em tecnologias que usam comandos de voz para funcionar logo imaginamos equipamentos que se movimentam ou cumprem tarefas quando um humano fala. Mas, a Multilaser, empresa de equipamentos eletrônicos e de informática, foi um pouco além e deixou que seus colaboradores é que fossem “comandados” pela voz de robô de um celular.

O responsável por essa inversão é um aplicativo chamado de Pick By Voice, implantado no Centro de Distribuição da empresa em Extrema, Minas Gerais.

Na prática ele funciona de uma forma aparentemente simples: transforma em voz o texto que antes era impresso e entregue ao operador que, só então, separaria as mercadorias para levar para a etapa de conferência. Usando um headset e um smartphone preso na cintura, o colaborador recebe as coordenadas e caminha com as duas mãos completamente livres para trabalhar, sem a necessidade parar para ler tudo aquilo que precisaria ou fazer anotações do que já executou.

A tecnologia foi criada na Alemanha e é a primeira vez que está sendo usada no Brasil.

Entre as vantagens, Edison Marcelli, diretor de logística da Multilaser, destaca os cortes de gastos com papéis e uma redução significativa no tempo de execução das tarefas como principais. “Antes o pessoal perdia muito tempo separando os produtos, pois não ficavam com as duas mãos livres, com o aplicativo isso não ocorre. Também com a implantação do sistema baixamos praticamente para zero os erros de separação o que aumenta muito a velocidade da próxima etapa, que é a conferência”, explica.

A tecnologia vem sendo usada desde outubro, mas já traz resultados significativos, como o aumento de cerca de 30% da capacidade de separação de peças, passando de 2,5 milhões para 3,3 milhões de produtos separados por mês. “O sistema tem funcionado tão bem, que estamos trabalhando para eliminar a etapa de conferências em pedidos pequenos. Hoje todos os pedidos passam por essa etapa, mas a nossa confiança na tecnologia tem sido tão grande que não precisaremos mais dela nos pedidos menores”, garante Marcelli.

Expansão

Além da eliminação de uma etapa no processo de distribuição de produtos, a expectativa é usar o Pick By Voice também para aumentar a capacidade de vendas da empresa sem precisar ampliar turnos ou postos de trabalho. De acordo com o diretor de logística, com o sucesso do aplicativo, a empresa já aumentou a produtividade e pode suportar um crescimento de 30% na movimentação até dezembro deste ano e 20% em 2017.

Outro ponto que reforça o bom funcionamento da tecnologia é a intenção de ampliar os locais em que ela é usada. “Vamos implantar também no abastecimento da nossa fábrica, que funciona de forma semelhante ao centro de distribuição. Já em março do ano que vem ela deve estar operando por lá”, finaliza Marcelli.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]