RIO DE JANEIRO - O BNDES anunciou a liberação do seu maior financiamento da história para um único projeto, a usina de Jirau, que está sob embargo após receber multa do Ibama de Rondônia. O empréstimo para a hidrelétrica do rio Madeira é de R$ 7,2 bilhões.

Segundo a Energia Sustentável do Brasil (ESBR), empresa responsável por Jirau, as obras estão paradas desde o começo da semana depois de terem recebido uma multa de R$ 950 mil.

No ranking de maiores empréstimos já concedidos pelo BNDES, a operação só fica atrás de um financiamento à Vale no ano passado, de R$ 7,3 bilhões. Naquele caso, o empréstimo foi feito como um limite de crédito, destinado a financiar uma ampla gama de investimentos. A operação para a ESBR se refere a um único empreendimento.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]