Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

Cash Auto

Startup que promete vender carro em 50 minutos abre "loja" em Curitiba

Espaço físico será utilizado para vistoria e a parte física do processo de venda do carro, que é iniciado pela internet. Expectativa é aumentar vendas em 10 vezes, em Curitiba

  • Naiady Piva
Os sócios Alison Vilas Boas, Ycaro Martins com o parceiro na loja de Curitiba, Bruno Placidino | Cash AutoDivulgação
Os sócios Alison Vilas Boas, Ycaro Martins com o parceiro na loja de Curitiba, Bruno Placidino Cash AutoDivulgação
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A plataforma de venda de carros Cash Auto inaugura, nesta terça-feira (3), sua primeira "loja" em Curitiba. O espaço físico será usado para realizar vistoria e a parte física do processo, que é iniciado pela internet. Diferente de uma concessionária tradicional, a startup conecta vendedores a uma rede de compradores (que podem ser lojistas parceiros). A perspectiva da empresa é de aumentar em dez vezes as vendas na capital paranaense. 

LEIA TAMBÉMStartup curitibana Pipefy recebe aporte de US$ 16 milhões em rodada de investimento

A "loja" vai funcionar como um ponto de encontro, já que o sistema da Cash Auto é híbrido entre o digital e o analógico. Pela internet, o vendedor faz um cadastro com dados e fotos do veículo, e a plataforma encaminha para a rede de compradores. Mas o aval final depende de uma vistoria, e é esta parte que o espaço físico deve agilizar. 

Atualmente a Cash Auto, que foi fundada em Londrina, conta com parceiros em Curitiba que são responsáveis por esta última parte do processo. São negociados de 50 a 60 carros por mês, estima o CEO, Ycaro Martins. Com a loja, a previsão é chegar a 500 transações mensais.

A ideia é manter o processo online, já que a avaliação e negociação é feita com base nas fotos e informações publicadas pelo vendedor. De qualquer forma, o carro precisa passar por uma vistoria física; processo que será feito na tal "loja", por funcionários da própria Cash Auto, mediante agendamento. 

Criada em Londrina, interior do Paraná, no final de 2016, a Cash Auto conta hoje com uma rede de 1.500 compradores. Muitos deles são lojistas das lojas de carro tradicionais, que utilizam a rede da startup para encontrar bons negócios. 

A loja em Curitiba será aberta na Vila Hauer (Av. Marechal Floriano Peixoto, 6.951), polo de concessionárias de carro na capital. A abertura é em sociedade com o empresário Bruno Placidino, que tem experiência no ramo automotivo. 

Até o fim do mês de abril, a Cash Auto deve inaugurar um espaço físico em Itajaí, em Santa Catarina. Até o fim do ano há perspectiva de inaugurar lojas em Maringá, no interior do Paraná, em Chapecó (SC), Santos (SP) e Dourados (MS). Sempre no esquema de parceria (sociedade ou franquia) com empresários locais.

Negocia melhor preço

Diferente de plataformas que funcionam como um portal de classificados, a Cash Auto atua como intermediadora, tentando negociar o melhor preço. O pagamento também é feito por dentro da plataforma. 

O vendedor ganha na rapidez — a promessa da startup é fechar negócio em 50 minutos — e na perspectiva de fechar o melhor negócio. Ou quase. "Você pode achar uma oferta melhor do que a nossa? É claro que pode", mas mesmo indo a todas as lojas da cidade é difícil ter certeza de que aquele é o melhor negócio, argumenta Ycaro Martins. 

Em troca dessa comodidade, a empresa cobrava uma comissão alta, de 5%. Mas com o crescimento no volume de vendas, optou por reduzir esta margem para 1% e ganhar na escala. Para os compradores, a vantagem seria ter acesso a um plantel diversificado de veículos.

o que você achou?

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Economia

PUBLICIDADE