i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Economia

Lula rebate críticas à retração do PIB brasileiro em 2009

Economia do país recuou 0,2% em 2009, segundo números do IBGE. " Alguns tinham até a ponta de um sorriso", disse, sobre comentários

  • PorReuters
  • 12/03/2010 11:47

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva rebateu nesta sexta-feira as críticas ao desempenho da economia brasileira em 2009, ano que foi marcado pela crise financeira global.

Segundo números divulgados na véspera pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a economia nacional demonstrou recuperação no quarto trimestre. No entanto, isso não foi suficiente para evitar que o PIB do país fechasse 2009 com retração de 0,2 por cento.

Foi a primeira queda anual da nova série do instituto, iniciada em 1996. Considerando a série completa, entretanto, o desempenho do ano passado foi o pior desde 1992.

"Ontem saiu o resultado do PIB de 2009. Eu vi a cara de algumas pessoas na televisão falando do PIB. Alguns tinham até a ponta de um sorriso: 'finalmente nós pegamos o Lula porque o PIB dele não cresceu'", criticou o presidente durante discurso na cerimônia de conclusão da primeira etapa das obras de ampliação e modernização da Refinaria Getúlio Vargas (Repar) e inauguração da sua unidade de propeno, em Araucária (PR).

"Se tem um país em que o povo não vivenciou a crise foi esse aqui, porque o consumo por família cresceu 4,1 por cento", complementou.

Lula voltou a culpar segmentos da iniciativa privada pelas dificuldades econômicas enfrentadas pelo país no ano passado, e lembrou que o governo aumentou a oferta de crédito para combater os efeitos da crise.

"O que aconteceu no Brasil, e nós sabemos que aconteceu de uma forma brusca (...), foi que alguns setores empresariais ficaram com muito medo e deram um cavalo de pau nos seus investimentos", argumentou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.