Brasília – A Câmara aprovou ontem o projeto do governo com medidas para compensar os setores prejudicados com a desvalorização do dólar. O projeto teve tramitação recorde: foi apresentado semana passada para substituir a medida provisória 382, revogada para permitir a votação da prorrogação da CPMF.

A MP 382 autorizava a concessão de subsídios nas operações de empréstimo e financiamento aos setores de calçados e artefatos de couro, têxtil e de móveis de madeira, afetados pela valorização do real.

O projeto foi enviado já com um texto diferente da medida provisória. Incluiu na lista dos setores beneficiados o setor de implementos agrícolas. Também foram incluídos nas linhas de financiamento a indústria de beneficiamento de madeira, de fiação e de pedras ornamentais. O projeto segue para o Senado.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]