Num discurso de reafirmação do tripé da política macroeconômica do Brasil, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, assegurou nesta tarde que o Banco Central terá autonomia para atingir a meta prevista de inflação. Ele destacou, na sua primeira entrevista à imprensa como ministro oficialmente indicado para o próximo governo, que a inflação sob controle é um dos pontos importantes para o governo.

Ele reafirmou o sistema de metas de inflação, destacando que o governo vai perseguir a meta de 4,5% prevista para os próximos dois anos. "Essa é a inflação que vamos perseguir", disse Mantega, acrescentando que o BC tem competência para isso. "O BC tem a competência e autonomia".

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]