Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O principal índice das ações brasileiras caiu cerca de 1,5 por cento nesta quinta-feira, refletindo a realização de lucros nas bolsas internacionais antes de um aguardado discurso, na sexta-feira, sobre a política econômica dos Estados Unidos.

O Ibovespa recuou 1,57 por cento, a 52.953 pontos. O giro financeiro do pregão foi de 5,16 bilhões de reais, abaixo da média de 8,47 bilhões de reais por dia em agosto.

Com a queda, o índice reduziu os ganhos acumulados na semana e agora tem alta de 0,96 por cento desde sexta-feira.

Nos Estados Unidos, os índices Dow Jones e Standard & Poor's 500 recuaram cerca de 1,5 por cento mesmo após o anúncio de que o investidor Warren Buffett, uma das pessoas mais ricas do mundo, vai investir 5 bilhões de dólares no Bank of America como um "voto de confiança" na economia do país e no maior banco norte-americano.

"O mercado está ficando menos alavancado depois da performance boa do S&P 500 desde segunda-feira", disse o estrategista de renda variável da CM Capital Markets, Rafael Espinoso. "Não é 100 por cento de certeza que vai vir o QE3 ('quantitative easing' 3, ou terceira rodada de estímulo econômico via compra de ativos nos Estados Unidos)."

O estrategista fazia referência ao discurso do chairman do Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano), Ben Bernanke, em um evento anual de banco centrais em Jackson Hole. O discurso deve começar às 11h, horário de Brasília.

Em evento semelhante no ano passado, Bernanke deu os primeiros sinais concretos de que conduziria o último programa de incentivo à economia, que foi responsável pela alta das bolsas no fim de 2010 e no começo de 2011.

De acordo com Espinoso, se a expectativa de parte do mercado por mais estímulos à economia for frustrada, pode haver uma queda abrupta das ações. "Vai para 50 mil pontos (o Ibovespa), de cara. E depois 48 (mil)", afirmou o estrategista.

As ações de maior liquidez do Ibovespa sofreram com a realização de lucros. O papel preferencial da Vale caiu 1,01 por cento, a 38,30 reais, e o da Petrobras recuou 1,83 por cento, a 19,86 reais.

A ação da BM&FBovespa recuou 3,95 por cento, a 8,75 reais. Uma fonte ligada à empresa afirmou à Reuters que metade da diretoria-executiva da bolsa será trocada. A assessoria de imprensa da bolsa não quis comentar o assunto.

A maior valorização do índice foi Sabesp, com ganho de 3,05 por cento, a 43,56 reais, e a maior queda foi da ação ordinária da Usiminas, em baixa de 5,76 por cento, a 22,89 reais.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]