• Carregando...

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, defendeu ontem a elaboração de um novo edital pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para licitar as freqüências para exploração dos serviços de internet em banda larga sem fio (WiMax). Costa diz que a agência deveria aproveitar a suspensão da licitação, determinada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), para modificar alguns pontos do edital. O ministro defende que as freqüências do WiMax sejam aproveitadas também em projetos do governo de inclusão digital. Ele cita, ainda, o fato de a Justiça Federal ter retirado uma das cláusulas do edital, o que modifica as regras propostas. O ministro disse que vai conversar hoje com o presidente da Anatel, Plínio de Aguiar Júnior, e com o procurador-geral da agência, Antonio Bedran, para ver o que o órgão regulador pretende fazer sobre o edital e negociar algumas modificações.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]