Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse que "não há porque pensar em indenização" para as empresas petrolíferas afetadas por sua decisão de nacionalização. Ele disse também que os contratos da Petrobras na Bolívia eram "ilegais, inconstitucionais".

- Não há porque pensar em indenização. Se expropriamos bens ou tecnologia teríamos que indenizar, mas neste caso não estamos expropriando", disse Morales em Viena, de onde participa de uma cúpula de líderes europeus e latino-americanos.

Morales afirmou não haver motivos para a Bolívia ter consultado outros países sobre a nacionalização.

- Agora este país pertence aos bolivianos, sobretudo aos indígenas - afirmou Morales.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]