Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

"A moeda única europeia veio para ficar e aqueles que apostarem contra sua sobrevivência cometerão um erro", disse o ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schaeuble.

Em entrevista a ser veiculada no domingo (12) no jornal Bild am Sonntag, Schaeuble disse que os líderes de todas os países que usam o euro concordam que a moeda trabalha para o bem comum de todos e que a volta de moedas nacionais seria um erro.

"Aqueles que apostam seu dinheiro contra o euro não terão sucesso... o euro não vai fracassar", disse Schaeuble. "O euro beneficia a nós todos, e vamos defendê-lo de forma exitosa."

Líderes europeus se reunirão na semana que vem para discutir formas de resolver uma crise de dívida na zona do euro que provocou a elaboração de pacotes de ajuda para a Grécia e a Irlanda e que, segundo analistas, pode afetar outros países.

Espera-se que eles cheguem a um acordo para a criação de um mecanismo permanente de resgate para o bloco.

Alemanha e França prometeram alinhar melhor suas políticas tributária e trabalhista para promover a convergência na zona do euro, mas rejeitaram os pedidos por um aumento no fundo de resgate do bloco e nos bônus soberanos conjuntos.

A pressão sobre membros dos bloco que têm elevados déficits diminuiu na última semana depois que o Banco Central Europeu comprou bônus de governos, reduzindo os custos de empréstimos.

Na entrevista ao jornal, Schaeuble disse que a saída do euro por parte de alguns Estados periféricos não é uma opção.

"Se mesmo um país pequeno sair, as consequências serão incalculáveis", avaliou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]