i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
streaming

Netflix anuncia aumento de preços no Brasil; estratégia é apoiada por Wall Street

É o primeiro aumento de preços da plataforma no país desde 2017

    • Infomoney
    • 14/03/2019 14:05
     | Divulgação/
    | Foto: Divulgação/

    A Netflix anunciou nesta quinta-feira (14) que vai subir os preços das mensalidades no Brasil para os três planos disponíveis. Os aumentos variam entre 10,05% e 21,10%.

    “Mudamos nossos preços de tempos em tempos para continuar investindo no melhor do entretenimento, além de melhorar a experiência da Netflix para nossos membros no Brasil”, diz a empresa em nota. 

    Serviços Valor hoje Novo valor Reajuste
    Tela única e sem HD R$ 19,90 R$ 21,90 10,05%
    Duas telas simultâneas e conteúdo HD R$ 27,90 R$ 32,90 17,92%
    Quatro telas simultâneas e Ultra HD R$ 37,90 R$ 45,90 21,10%

    Esse é o primeiro aumento de preços da Netflix no Brasil desde 2017, quando a empresa mudou os preços dos planos Padrão e Premium, mas manteve os custos do plano básico.

    +LEIA TAMBÉM: Como a Netflix pode ficar para trás em um mercado que ela mesma inventou

    Nos Estados Unidos, os preços já tinham sido elevados em janeiro entre 13% e 18%. Por lá, o plano mais barato custa atualmente US$ 12,99 por mês, ante US$ 10,99.

    Além disso, a assessoria informou que os preços vão subir também no México. No restante dos países da América Latina onde a empresa opera não haverá alteração de preços porque o reajuste foi feito também em janeiro pelo fato dos valores serem cobrados em dólares nestas regiões.

    empresa fechou o ano passado com 139 milhões de assinantes no mundo, dos quais 29 milhões foram conquistados em 2018. Muitos analistas de Wall Street aprovam esse movimento dos preços porque isso aumentaria a receita da Netflix sem causar uma desaceleração nas adições de assinantes, que continua em bom ritmo apesar da ascensão de concorrentes, como o Prime, da Amazon, e mesmo da expectativa em torno de novos concorrentes, como o serviço da Apple, que pode ser lançado num evento da marca no próximo dia 24. 

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.