Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
 | Reprodução/Facebook
| Foto: Reprodução/Facebook

O aplicativo de transporte de passageiros 99 (antiga 99Taxis) anunciou nesta quarta-feira (24) que recebeu um novo aporte financeiro de US$ 100 milhões do SoftBank, o maior investidor global em aplicativos de mobilidade. O investimento se soma aos US$ 100 milhões aportados pela Didi Chuxing e pela Riverwood na 99 no início do ano. Ao todo, o aplicativo já levantou US$ 200 milhões. 

Siga @gpnovaeco no Twitter

LEIA MAIS sobre negócios e tecnologia

Com os investimentos recebidos, a 99 se destaca como principal concorrente da Uber no Brasil. A empresa, que começou em 2012 como um aplicativo para táxis, mudou há dois anos o seu posicionamento de mercado para competir com a Uber, removendo o “Taxis” do nome e passando a oferecer o serviço de transporte particular de passageiros – realizado por motoristas particulares, em vez de taxistas.

Mas a grande virada do seu negócio aconteceu no início do ano, quando a companhia recebeu um aporte de US$ 100 milhões da Didi Chuxing e da Riverwood. A Didi é o principal aplicativo de transporte em operação na China. Quando a Uber tentou entrar no país, não conseguiu superar a concorrente local e acabou derrotada, optando por vender a sua operação para a rival.

Agora, a Didi Chuxing tem um braço também no Brasil, país que se destaca como um dos principais mercados do mundo para os aplicativos de transporte. O objetivo da companhia chinesa é, através da brasileira 99, expandir sua operação em outros mercados e diminuir a abrangência da Uber, que tem 13 milhões de usuários no Brasil. A 99, segundo dados da empresa, tem 14 milhões de usuários.

A nova rodada de investimento já era esperada pelo mercado. Dessa vez, foi o SoftBank, o maior investidor global em aplicativos de mobilidade, que aportou US$ 100 milhões na empresa. Ele é conhecido por fazer investimentos significativos em empresas concorrentes da Uber, como DiDi, Ola e Grab, os maiores aplicativos do setor na China, Índia e Sudeste Asiático, respectivamente. 

Segundo comunicado enviado à imprensa, com os US$ 200 milhões recebidos em aportes somente neste ano, a 99 fortalecerá ainda mais o rápido crescimento do serviço de carros particulares 99 POP, concorrente da Uber. O objetivo da empresa é consolidar sua liderança nesse segmento no Brasil e expandir sua atuação por toda a América Latina. 

A 99 está presente em 400 cidades brasileiras e tem 200 mil cadastrados. Ela também tem um milhão de usuários a mais do que a Uber e chega a 14 milhões de pessoas cadastradas em sua plataforma. Diretamente, ela emprega 350 pessoas, fora os taxistas e motoristas cadastrados.

O novo aporte passará por avaliação do CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]