i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Análise

Como se sai o Lev Neo, leitor de ebooks da Saraiva, na otimização de arquivos PDF

O novo Lev Neo, da Saraiva, traz um recurso que adapta arquivos PDF para tornar a leitura mais confortável

  • PorRodrigo Ghedin
  • 12/06/2017 18:15
Reflow do texto, recurso que promete melhorar arquivos PDF | Jonathan CamposGazeta do Povo
Reflow do texto, recurso que promete melhorar arquivos PDF| Foto: Jonathan CamposGazeta do Povo

Em abril, a Saraiva lançou a segunda versão do seu leitor de livros digitais, o Lev Neo. Ele compartilha algumas características importantes com o Kindle Paperwhite, principal concorrente da Amazon, e tenta se diferenciar com algumas únicas, como o PDF Reflow que promete ajustar automaticamente os populares documentos PDF para a telinha do aparelho. Gazeta do Povo conferiu de perto o Lev Neo.

Siga @gpnovaeco no Twitter

LEIA MAIS notícias de negócios e tecnologia

Mais caro dos dois Lev que a Saraiva vende no Brasil (o outro é o Lev Fit), o Lev Neo traz iluminação, tela com definição maior e mais espaço para guardar livros (8 GB contra 4 GB). A única desvantagem frente ao modelo mais barato é no peso – o Lev Neo é pesa 10 g a mais que o Lev Fit, que só tem 130 g.

Design e usabilidade

O Lev Neo conta com quatro botões: o liga/desliga, na borda inferior; um na parte frontal inferior que dá acesso ao menu principal e, segurado, serve de atalho para a iluminação; e dois laterais, que servem para avançar e voltar as páginas. Na parte de baixo, o dispositivo ainda conta com um slot para cartão microSD, usado para expandir a memória interna, e o conector micro-USB, usado para conectá-lo a computadores.

O uso é confortável. O Lev Neo pode ser segurado com apenas uma mão, sem cansaço, por períodos extensos. Ele pesa menos do que muitos celulares modernos – o Galaxy S8, por exemplo, pesa 155 g. E, por ter um volume maior, a distribuição do peso facilita o manuseio.

A iluminação da tela cumpre o seu papel, que vai além de ambientes escuros. Ela ajuda a melhorar o contraste em locais iluminados e, embora impacte a autonomia da bateria, é um sacrifício que se justifica. A boa definição da tela, que entrega letras praticamente sem serrilhados, contribui positivamente para a experiência. A sensibilidade da tela, porém, poderia ser maior.

A experiência de uso do Lev Neo seria ótima não fosse a lentidão do software. Leitores de livros digitais não precisam ser tão rápidos quanto tablets e outros dispositivos de uso geral, nem a principal ação, passar páginas, tem que ser imediata – o atraso visto no Lev Neo e em alguns modelos Kindle é perfeitamente compreensível e nada incômodo.

O que atrapalha são as ações feitas nos livros. Selecionar trechos, o primeiro passo para descobrir o significa de uma palavra e fazer marcações ou anotações, é mais lento do que alguém esperaria e, com frequência, uma ação imprecisa. A seleção se dá com o dedo, tocando e arrastando ele na tela, e há um atraso significativo entre o arrastar do dedo e a seleção que surge (ou deveria surgir) sobre o texto.

Trata-se de um problema significativo porque ele afeta uma das grandes vantagens do livro digital frente ao de papel: a facilidade de tomar notas, fazer marcações e retomá-las posteriormente. Esse entrave desestimula o leitor a usar tais recursos, reduzindo a utilidade do produto.

PDFs transformados

Um dos grandes pontos de venda do Lev Neo é um recurso chamado “PDF Reflow”. Leitores de livros digitais lidam com formatos especiais de arquivos, que permitem ao usuário mexerem na formatação do texto (alterar fontes, tamanho e largura da margem) e registrar marcações e anotações.

Já o PDF tem por principal vantagem a garantia de que, independentemente do dispositivo utilizado para abri-lo, ele sempre terá a mesma aparência. Em um leitor de livros digitais com tela de 6 polegadas, essa vantagem vira um problemão.

O PDF Reflow tenta amenizar esse impasse. Ele analisa e reformata documentos em PDF de modo a melhorar a apresentação deles no Lev. Um documento em duas colunas, por exemplo, com o Reflow ativado é convertido em apenas uma coluna.

PDF em duas colunas, sem Reflow
Jonathan CamposGazeta do Povo

O mesmo PDF em duas colunas, com o Reflow ativado
Jonathan CamposGazeta do Povo

Fizemos alguns testes na redação e os resultados foram medianos. Na situação relatada acima, do documento em duas colunas (este paper), o PDF Reflow fez um trabalho exemplar: ajustou corretamente o texto e melhorou consideravelmente, viabilizando a leitura que, de outra forma, seria quase impossível.

Com um texto mais simples, de uma coluna (este relatório), o que a princípio se pensou que seria uma vitória fácil do PDF Reflow sofreu uma reviravolta na prática. Com o recurso ativado, os controles de zoom e ajustes de largura e altura são desabilitados. Nesse caso, foi melhor desativar o PDF Reflow e pedir um ajuste à largura da página – o texto ficou maior e, portanto, mais fácil de se ler.

Testamos, ainda, um documento com algumas fórmulas matemáticas (este), área sempre espinhosa para visualizadores de documentos, editado em formato paisagem. Aqui, o Lev Neo com o PDF Reflow ativado conseguiu reproduzir as fórmulas, mas se desentendeu severamente com o português mesmo, trocando acentos e quebrando as linhas em locais estranhos. Novamente, a melhor saída foi desativar o recurso e virar a tela de lado.

Texto com fórmulas, Reflow ativado. Note as quebras de linha e os problemas com os acentos
Jonathan CamposGazeta do Povo

O mesmo texto, sem o Reflow e com a orientação paisagem
Jonathan CamposGazeta do Povo

Sem esperança de que fosse surtir efeito, também tentamos aplicar o PDF Reflow em um livro escaneado – essa solução ainda é relativamente comum em algumas universidades e no consumo pirata de livros pela Internet. A suspeita se confirmou – não faz diferença alguma.

PDF escaneado não é afetado pelo Reflow
Jonathan CamposGazeta do Povo

Embora a amostragem seja pequena, tentou-se fazer uma bastante diversificada, contemplando vários cenários. No fim, o PDF Reflow fez diferença em poucos deles e, na maioria, mais atrapalhou do que ajudou. Há uma limitação da tecnologia. Se o seu objetivo ao comprar um leitor de livros digitais for consumir conteúdos salvos em PDF, um tablet mediano, com tela grande (acima de 8 polegadas), se sai melhor.

Vale a pena?

O preço sugerido do Lev Neo é de R$ 479, mas ele costuma entrar em promoção e ser vendido por até R$ 399. São valores quase idênticos aos que a Amazon cobra pelo Kinder Paperwhite, que, ainda que longe de ser perfeito, tem alguns pontos críticos melhor resolvidos – especialmente o sistema de seleção de texto – e um ecossistema mais robusto. 

O Lev Neo não é ruim, especialmente para quem pretende fazer leituras descompromissadas, leves. Mas se o objetivo é usá-lo para algo mais, por mínimo que seja, é uma boa considerar as alternativas, incluindo tablets.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

    Fim dos comentários.