i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Internet

Por que a Wikipédia pede dinheiro a você todo ano?

Sem fins lucrativos e avessa à publicidade, anualmente a Wikimedia Foundation recorre aos leitores da sua enciclopédia colaborativa para continuar funcionando

  • PorRodrigo Ghedin
  • 17/08/2017 10:22
Logo da Wikipédia | WikimediaDivulgação
Logo da Wikipédia| Foto: WikimediaDivulgação

Todo ano a Wikipédia faz pelo menos uma campanha de arrecadação de fundos para se manter. A de 2017 começou e a mensagem é mais incisiva que a de anos anteriores: em um retângulo vermelho, a enciclopédia colaborativa diz: “Vamos direto ao ponto: hoje pedimos que você ajude a Wikipédia”. Por que eles precisam de tanto dinheiro ano após ano?

SIGA @gpnovaeco no Twitter

LEIA notícias de negócios e tecnologia

A Wikipédia é legalmente representada pela Fundação Wikimedia, criada em 2003 por Jimmy Wales e Larry Sanger para abrigar a enciclopédia (que fora lançada em 2001) e outros projetos relacionados, como o dicionário colaborativo Wiktionary e o acervo de fotos públicas Wikimedia Commons. Ela é uma entidade filantrópica e sem fins lucrativos, que, nas palavras de Wales, tem por objetivo dar “a qualquer pessoa a possibilidade de ter livre acesso ao somatório de todo o conhecimento humano”.

Financiar projetos na Internet é difícil e, apesar de toda a inventividade dos empreendedores, esse aspecto crucial costuma desaguar em dois formatos: pagamentos em troca do serviço ou, a mais popular forma, publicidade.

A Wikipédia nunca veiculou anúncios e diz, explicitamente, que não considera esse caminho para se viabilizar financeiramente. Sendo um dos dez sites mais acessados do planeta, é bem provável que a inserção de anúncios aliviasse ou mesmo bancasse toda a enxuta operação da fundação. Sendo assim, por que ela se opõe tão fortemente a essa forma de faturamento?

A resposta está em uma página de perguntas e respostas da Wikimedia. Lê-se:  

“Não acreditamos que a publicidade tenha lugar em um projeto devotado ao conhecimento gratuito, confiável e neutro. Adotar interesses comerciais colocaria em risco a confiabilidade da Wikipédia como uma fonte de informação neutra. Nossa comunidade global de voluntários sempre sentiu que a publicidade teria um grande impacto em nossa capacidade de permanecer neutros e, em última análise, os anúncios enfraqueceriam a confiança nos artigos que eles leem na Wikipédia.”

O texto segue: “Não somos contra o mundo da publicidade online, nem contra as organizações que veiculam anúncios. Apenas sabemos que anúncios não são apropriados em um projeto devotado à educação e ao conhecimento — especialmente um que luta por equilíbrio e neutralidade”.

O dinheiro arrecadado nessas campanhas é usado para pagar equipamentos e pessoal. A Wikimedia tem apenas 295 funcionários, sendo metade deles dedicada à tecnologia. Para o ano fiscal de 2016-2017, a fundação espera arrecadar US$ 63 milhões, sendo que US$ 57 milhões, ou 90,5% do total de que precisa para funcionar. O plano anual, que detalha a operação e as previsões de custos da fundação, estão disponíveis nesta página.  

No pedido que começou a aparecer em todas as páginas da Wikipédia hoje, a fundação diz que a média das doações feitas no Brasil é de R$ 25. Ela aceita pagamentos com cartão de crédito, por transferência bancária, PayPal (apenas em dólares) e até mesmo Bitcoin — aqui tem a lista de todos os meios aceitos. Para doar, basta acessar a Wikipédia e escolher o valor e meio de pagamento na grande caixa que está aparecendo no topo do site.

Polêmicas

O posicionamento firme da Wikimedia não tem respaldo universal. Críticos como o investidor Jason Calacanis argumentam que Jimmy Wales mantém uma postura “anti-publicidade hipócrita” e cita a Fundação Mozilla, outra empresa de Internet sem fins lucrativos, como exemplo de bom uso da publicidade. A Mozilla fatura em parceria com buscadores web, como o Google e o Yahoo, que dividem a renda gerada por anúncios exibidos a partir de pesquisas online feitas pelo navegador Firefox.  

No ar há 16 anos, porém, a Wikipédia vai bem. As campanhas de arrecadação de fundos têm respaldo da comunidade e mesmo com disputas internas ferrenhas, a enciclopédia online é bem sucedida — em audiência e precisão. Em um famoso estudo publicado na revista científica Nature, em 2005, a análise de 42 tópicos científicos na Wikipédia e na Enciclopédia Britânica constatou que ambas têm um nível de erros similar e bastante baixo. Por ser aberta à colaboração de qualquer pessoa, a Wikimedia diz que a sua enciclopédia é mais ágil ao relatar acontecimentos recentes e para corrigir erros e tentativas de vandalismo.

Anúncios?

Eventualmente alguém relata a exibição de anúncios na Wikipédia. A ocorrência desse fenômeno decorre de vírus ou outros problemas no dispositivo do usuário.

O blog da Wikimedia, em 2012, tocou neste assunto. Ele diz que extensões de navegadores, vírus de computador e até operadoras e VPNs podem injetar anúncios nas páginas da Wikipédia. A renda desses anúncios não é convertida para a fundação e recomendam levar o dispositivo a um técnico especializado a fim de remover o que estiver fazendo essa injeção de anúncios na enciclopédia.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.