i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
expansão

Uber lança serviço de entrega de comida em Curitiba nesta quinta-feira

É a quarta capital do país a receber a novidade, que já foi lançada em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte

  • PorJéssica Sant’Ana
  • 13/09/2017 12:27
 |
| Foto:

Um ano e meio depois de entrar em Curitiba, a Uber vai expandir a sua atuação na capital paranaense. A empresa vai lançar nesta quinta-feira (14) o UberEATS, serviço de entrega de comida que funciona de maneira similar ao transporte de passageiros. É a quarta capital do país a receber a novidade, que já foi lançada em dezembro do ano passado em São Paulo e, neste ano, no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte.

Saiba como funciona o UberEATS em Curitiba

O UberEATS é um aplicativo que conecta restaurantes a clientes. Os restaurantes se cadastram na plataforma para terceirizar à Uber o serviço de delivery. Já os consumidores podem entrar no aplicativo, ver quais restaurantes aderiram à plataforma e fazer o seu pedido. 

Assim como no transporte privado de passageiros, as entregas são feitas por motoristas parceiros, que se cadastram no UberEATS para trabalhar para a empresa, mas que não possuem nenhum vínculo empregatício. Os entregadores parceiros podem fazer as entregas de carro, moto ou bicicleta e contam com uma bolsa térmica da Uber para não esfriar e estragar os pedidos.

A Uber expandiu a sua atuação para a área de delivery de comida em 2016. O objetivo foi aproveitar a mesma tecnologia que a empresa já dominava — a plataforma de transporte privado de passageiros — e o mesmo princípio difundido pela empresa — a de conectar prestadores de serviço a consumidores — e levar esses princípios para uma área que apresenta muitos problemas: o serviço de entrega de comida.

LEIA: UberEATS estreia em Curitiba nesta quinta e nós testamos o serviço

O UberEATS já está presente em mais de 20 países e chegou ao Brasil no fim do ano passado, começando por São Paulo. Gabriela Manzini, gerente de comunicação da Uber, afirma que a expansão para o Brasil já era plenejada pela empresa, pois “o Brasil é o maior mercado de entrega de comida da América Latina”.

A Uber também deve lançar o serviço de comida em outras cidades brasileiras até o fim do ano. O objetivo é tornar o UberEATS a maior plataforma de entrega de comida do país, batendo, por exemplo, o iFood. Isso já acontece com o serviço de transporte de passageiros da Uber, que é usado por 54% das pessoas que pedem transporte através de aplicativos, segundo pesquisa da Conecta-i

Como funciona

O UberEATS é um aplicaitivo a parte da Uber. Para que o consumidor possa utilizá-lo, é preciso baixar no Google Play ou na Apple Store. Depois, basta digitar um endereço de entrega, escolher o dia e horário da entrega, encontrar o restaurante e o prato da sua preferência e concluir o pedido e o pagamento através da plataforma. É possível acompanhar a entrega em tempo real.

Para os restaurantes que querem tercerizar a entrega à Uber, é preciso entrar no site ubereats.com e fazer um cadastro com as informações sobre o seu estabelecimento. Depois, é ncessário pagar uma taxa de R$ 2,5 mil, valor que inclui  orientações da Uber, visita de um fotógrafo profissional e um tablet para gerenciar a entrada e saída de pedidos. Sobre cada pedido feito na plataforma, a Uber cobra do restaurante uma taxa de 30% sobre o valor do pedido.

Já quem quer ser um entregador, precisa fazer o cadastro no site ou no aplicativo da Uber e depois aguardar ser aprovado para usar a plataforma e fazer as primeiras entregas. É possível fazer entrega de carro, moto ou bicicleta. Motos e carros precisam ter ano-modelo 1996 ou mais recente. Não é preciso ter carro com ar-condicionado e nem ser quatro portas. Motoristas e motoboys pagam uma taxa de 25% pela utilização da plataforma e os ciclistas, 30%.

UberEATS em Curitiba

A Uber não revela quantos restaurantes e entregadoras já se cadastraram na plataforma em Curitiba. O que se sabe é que estabelecimentos como Armazém São Gonçalo, The MEATPACK House e Famiglia Originale já aderiram à plataforma. 

A Uber também lançou uma promoção para atrair entregadores. Quem já usava a Uber e indicasse um entregador para atuar no UberEATS ganharia R$ 600 assim que o entregador completasse 50 entregas. As indicações já foram encerradas.

O UberEATs começa a funcionar oficialmente nesta quinta-feira (14), quando será possível conferir todos os restaurantes cadastrados e começar a fazer e agendar os pedidos. 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.