Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quarta-feira que a reforma tributária terá de discutir uma carga de impostos justa e não se ela é elevada ou não. No encerramento do Seminário Novas Diretrizes para o Sistema Contábil Brasileiro, Lula voltou a afirmar que um país com baixa carga tributária não consegue "fazer absolutamente nada", nem desenvolver políticas sociais.

- Em todos os países que têm políticas sociais, em que os trabalhadortes têm todos dentes na boca, almoçam, jantam e tomam café, pegam ônibus de qualidade e têm salário de qualidade, a carga tributária é elevada, mais do que a nossa. Em todos os países pobres do mundo, a carga tributária é muito baixa. Um Estado que tem uma carga tributária só de 9% não tem Estado. O Estado não pode fazer absolutamente nada em nenhuma área, muito menos ter política social - afirmou Lula.

Para Lula, o Estado não deve ser empresário, mas indutor do desenvolvimento e regulador.

- Em vez de discutir se a carga é alta ou baixa, a gente tem de discutir a justa, aquela que permita ao Estado exercer o papel de Estado e permita aos empresários e ao povo sobreviver sem o constrangimento de algo pesado no seu orçamento - disse o presidente.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]