i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Logística

Paranaguá terá novo terminal de grãos

  • PorAgência Estado
  • 24/09/2008 21:36

Paranaguá terá um novo terminal de grãos, operado pela América Latina Logística (ALL). Ontem, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou a aprovação de financiamento da ordem de R$ 27,1 milhões à MRC Serviços Ferroviários para implantação de um terminal retroportuário de grãos, de uso exclusivo da ALL. O terminal será construído no quilômetro 5 da BR-277.

Segundo nota divulgada pelo BNDES, os recursos correspondem a 80% do valor total do projeto, orçado em R$ 33,9 milhões. Estima-se que serão criados entre 35 e 60 novos empregos na região. "O apoio financeiro do BNDES à MRC destina-se a obras civis, aquisição de máquinas e instalação do terminal de armazenagem. Concluída essa etapa, a ALL locará as instalações da MRC, passando a ser responsável pela manutenção do terminal e pelos serviços de estocagem e movimentação das cargas para seus clientes."

Na nota, o BNDES explica que a implantação do terminal retroportuário pela MRC tem o objetivo de dinamizar as atividades operacionais da ALL no Porto de Paranaguá. Nos períodos de safra, entre os meses de março e outubro, o fluxo de vagões graneleiros para o porto é de 480 por dia e, nas projeções de crescimento, estima-se um aumento de 9% ao ano para os próximos cinco anos.

Localizada a 6,6 km do porto, a futura instalação de armazenagem promoverá a redução desse fluxo de vagões e caminhões em sua direção e, conseqüentemente, o tempo de espera para descarga dos navios, diz a nota.

O novo terminal poderá receber até três produtos diferentes ao mesmo tempo e sua capacidade de operação está dimensionada para 1,5 mil toneladas de grãos/hora. Os potenciais estimados de armazenagem e de expedição total (ferroviária e rodoviária) são, respectivamente, 100 mil toneladas e 20 mil toneladas/dia, com até dois produtos diferentes simultaneamente.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.