i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Carnaval

Patrocínio coloca a Positivo na Sapucaí

Fabricante de computadores investiu no desfile da escola de samba Portela, que terá enredo sobre a inclusão digital

  • PorCinthia Scheffer
  • 11/02/2010 21:20
Salgueiro, em 2002, com o enredo “O sonho de voar”: patrocínio da TAM | Carlos Moraes/Agência O Dia
Salgueiro, em 2002, com o enredo “O sonho de voar”: patrocínio da TAM| Foto: Carlos Moraes/Agência O Dia

Curitiba faz a folia sem investimento privado

Em Curitiba, a realidade do carnaval é completamente diferente do Rio de Janeiro e de São Paulo. Os desfiles são subsidiados integralmente pela prefeitura, e com números bem mais modestos. No total, serão investidos R$ 425 mil reais, sendo R$ 172 mil às escolas de samba (R$ 25 mil para as escolas do grupo A e R$ 18 mil para as do grupo B).

Leia a matéria completa

Na próxima segunda-feira a Positivo Informática fará sua estreia na Marquês de Sapucaí, palco do carnaval do Rio de Janeiro. A fabricante de computadores será a principal patrocinadora da Portela, cujo samba enredo deste ano fala sobre a inclusão social por meio da tecnologia. Além disso, a empresa assinou um contrato de patrocínio com a Liga das Escolas de Samba do Rio (Liesa), e será o computador oficial do carnaval 2010.

"Quando a Portela nos apresentou o projeto, percebemos uma aderência absurda. Nada mais justo do que a empresa líder do mercado, e que melhor soube aproveitar os incentivos para o setor dados pelo governo, investir em uma festa popular como essa", avalia o diretor de marketing da empresa, César Aymoré. A empresa não divulga o valor investido, mas estima-se que seja perto de R$ 1 milhão.

Como a marca em si não pode aparecer no desfile, o retorno do investimento se dá na divulgação do patrocínio e nas ações de relacionamento. A Positivo fez uma promoção em algumas lojas do Rio de Janeiro – quem comprasse um computador ganhava uma fantasia para participar do desfile – e também vai levar um grupo de clientes e parceiros para a folia. "Há um ganho de imagem muito grande", aposta o executivo.

O patrocínio de escolas de samba por empresas, ou mesmo prefeituras e governos estaduais, não é uma novidade. Em 2002, a TAM levou sua marca para avenida em um case considerado até hoje uma referência neste tipo de investimento. Naquele ano, a Salgueiro entrou na avenida com o enredo "O Sonho de Voar", com um patrocínio de R$ 1,2 milhão da companhia aérea. Apesar de a escola ter conseguido apenas o sexto lugar, a avaliação dos marqueteiros foi de que a TAM conseguiu um casamento perfeito do enredo com o seu slogan "o orgulho de ser brasileiro".

SP e Bahia

Assim como no Rio de Janeiro, os desfiles de São Paulo e o carnaval de rua de Salvador também movimentam milhões em investimentos. O sambódromo da capital paulista deve receber 120 mil pessoas nos dois dias de folia. Só o gasto da prefeitura é de R$ 22,7 milhões. Mas outros muitos milhões vem de empresas privadas. A AmBev, por exemplo, vai investir perto de R$ 4 milhões no Camarote Bar Brahma. Também devem estar nos camarotes marcas como Red Bull, Philip Morris, LG, Telefônica, Vivo, Bosch, Unimed e Votorantim.

Em Salvador, cada uma das cotas seniores de patrocínio foi vendida a R$ 3,1 milhões. Assinam a festa este ano o banco Itaú, a Nova Schin, a Samsung e a Petrobras – em um investimento total de R$ 12,4 milhões. A festa na cidade começou ontem e segue até a quarta-feira de cinzas. São esperados 400 mil turistas, que verão as marcas dos patrocinados em ações de merchandising nos circuitos dos trios elétricos, nas principais vias da cidade e até nos bairros mais populosos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

    Fim dos comentários.