i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Estatal

Banco Central garante concurso em 2011

Autorizações para processos seletivos poderão ocorrer no segundo semestre do ano que vem. Estão previstas vagas para analista, técnico e procurador

  • PorAgência JC Concursos
  • 25/09/2010 21:06
Sede do Banco Central em Curitiba: cidade deve ser uma das contempladas com novas vagas no concurso a ser realizado no ano que vem | Albari Rosa/Gazeta do Povo
Sede do Banco Central em Curitiba: cidade deve ser uma das contempladas com novas vagas no concurso a ser realizado no ano que vem| Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

O chefe de departamento de recursos humanos do Banco Central (BC), José Clóvis Dattoli, confirmou na última semana que o órgão abrirá concursos para procurador, analista e técnico em breve. Relatou também o déficit de pessoal no BC, as cidades em que haverá vagas e os benefícios dos servidores.

Segundo o presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do banco (Sinal), Sérgio Belsito, o BC encaminhou um estudo ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), em 2009, informando a difícil situação da entidade frente à possibilidade de duas mil aposentadorias nos próximos anos. O preenchimento dessas vagas será por meio de um plano plurianual criado pelo banco para que a substituição de funcionários ocorra paulatinamente. O órgão deverá repor 1,8 mil servidores, em quatro etapas. A primeira já está em andamento e abriu uma seleção com 500 vagas, sendo 150 para técnicos e 350 de analistas.

De acordo com Dattoli, os concursos do BC realizados em 2009 têm validade até maio (para o cargo de procurador) e junho (para analista e técnico), podendo ser prorrogado por mais um ano. O BC solicitou ao Planejamento autorização para admitir mais 50% das vagas. Sendo assim, se o aval ocorrer, mais 175 analistas e 75 técnicos serão convocados. Porém, novos concursos deverão ocorrer para suprir as aposentadorias que já ocorreram ou acontecerão em breve.

Aposentadorias

Segundo informações do Sinal, do início de 2009 até hoje já se aposentaram mais de 600 servidores. Estima-se que mais 500 funcionários se aposentem até fevereiro de 2011 e para os próximos três anos ocorrerão 1,6 mil aposentadorias. Entretanto, só serão repostos 500 servidores até o final deste ano.

"A reposição ocorrida com os últimos concursos trouxe apenas alívio temporário para as vagas existentes e as necessidades do banco. Serviu somente para minimizar as perdas mais recentes com aposentadorias. Logo, haverá necessidade de reposições futuras para analistas, técnicos e também para procuradores", afirmou Dattoli.

Estados contemplados

De acordo com Dattoli, os concursos do BC buscam prover as dez capitais onde o banco possui representação. O órgão atua no Rio de Janeiro, São Paulo, Salva­­dor, Belém, Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre, Recife e Brasília. Entretanto, antes da elaboração do edital, o BC realiza um levantamento para atualizar a necessidade e a prioridade de atendimento às unidades e praças. O candidato poderá optar por três capitais no momento da inscrição.

Belsito relata que após dois anos atuando no BC, o servidor poderá solicitar transferência de Estado. "O BC tem como política atual definir as vagas por cidade após promover o remanejamento interno de servidores. Assim, atende aos interesses da entidade e dos servidores já em exercício", relata.

Salários e benefícios

Atualmente, o salário para o cargo de técnico corresponde a R$ 4.917,28 e é exigido o nível médio. Já para analista, os vencimentos são de R$ 12.960,17 e é necessário ser graduado em qualquer área. Os procuradores contam com salários de R$ 14.970,60 e precisam ser graduados em direito. Além dos vencimentos, os servidores contam com plano de saúde, auxílio-creche e auxílio-alimentação (no valor de R$ 304 para todos os cargos). "Também há a possibilidade de participação em cursos de pós-graduação. Anualmente, o BC libera um quantitativo de servidores para realizar tais capacitações", diz Dattoli. Segundo o presidente da Sinal, as promoções são constantes e ocorrem por tempo de serviço. Geralmente em dois anos, os funcionários já são promovidos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.