Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Reajuste: envio de correspondências fica mais caro a partir da semana que vem | Roberto Custódio/Gazeta do Povo
Reajuste: envio de correspondências fica mais caro a partir da semana que vem| Foto: Roberto Custódio/Gazeta do Povo

Os Correios informaram que, em respeito aos candidatos inscritos no concurso para 6.565 vagas em cargos de níveis médio e superior, as provas previstas para o dia 28 de novembro estão adiadas. Nota da empresa, no entanto, indica que ainda não foi definida a nova data para aplicação dos exames.

De acordo com a estatal, o adiamento é devido à decisão judicial concedida em caráter liminar pela 5.ª Vara da Justiça Federal de Brasília, em outubro, que determinou a suspensão do processo de contratação da Fundação Cesgranrio, responsável pela organização dos exames.

Na sentença, o juiz Paulo Ricardo de Souza Cruz diz que determinou a suspensão da contratação porque houve dispensa de licitação, o que não seria possível aplicar no caso da realização de concurso público.

A ECT entrou com recurso contra a decisão, mas o documento ainda encontra-se em análise pelo Tribunal Regional da 1.ª Região, condição que, de acordo com a empresa, "não deixa prazo suficiente para a realização do certame na data anteriormente prevista com a qualidade e segurança necessárias".

Os Correios informaram ainda que será garantida a devolução das taxas aos candidatos que desistirem de participar do concurso, "devidamente atualizadas, em data a ser divulgada". As taxas variam de R$ 30 a R$ 60, de acordo com o cargo. A devolução atende a recomenda feita pelo Ministério Público Federal (MPF), que alegou que muitos candidatos entraram com representações junto ao órgão reclamando da demora no andamento do concurso e queriam o dinheiro de volta.

Os candidatos que se sentirem prejudicados e quiserem desistir da participação no concurso, poderão solicitar devolução da taxa de inscrição, em datas e procedimentos a serem informados pelos Correios.

O concurso foi lançado em dezembro de 2009, atraindo mais de um milhão de candidatos em todo o Brasil interessados em disputar uma das vagas oferecidas. A maioria das vagas – 5.344 – é para carteiro. São oferecidas ainda 521 de atendente, 200 de operador de triagem e transbordo e 500 de analistas de nível superior. Os salários variam de R$ 706,48 a R$ 3.108,37. Desde a abertura das inscrições, em 28 de dezembro, até o prazo final, em 19 de fevereiro, foram contabilizadas 1.064.209 inscritos, sendo 561.546 concorrentes somente para o cargo de carteiro. O número registra a maior quantidade de candidatos da história dos concursos realizados pelo órgão, em função da unificação das regionais para a realização do processo de seleção.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]