Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O estado de São Paulo não vai ter lei seca no próximo domingo (23), dia do referendo que vai decidir sobre a proibição ou não do comércio de armas de fogo e munição no país. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que a decisão seria independente em cada estado, de acordo com o que definir a Secretaria de Segurança Pública. No caso de São Paulo, o governo estadual decidiu liberar o comércio de bebidas no dia da votação.

Além de votar, muitos brasileiros são convocados para trabalhar de mesário no dia da votação. O trabalho não é remunerado e o mesário só recebe um auxílio-alimentação. Quem não comparecer terá que se justificar. Em caso de falta de última hora, qualquer eleitor que estiver na fila pode ser convocado. Depois do dia do referendo, o mesário que não compareceu tem 30 dias para apresentar uma justificativa formal à Justiça Eleitoral. Caso perca este prazo, pode pagar multa, responder a processo por crime eleitoral e ter problemas na regularização de CPF e retirada de passaporte.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]