i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
IBGE

Produção industrial cai pelo segundo mês seguido no Paraná

Mesmo com os resultados negativos nos últimos meses, o acumulado de janeiro até agora no estado se mantém em um panorama de crescimento, com aumento de 1,8%

  • PorAntonio Senkovski
  • 06/09/2012 08:45

A produção industrial caiu pelo segundo mês consecutivo no Paraná , com recuo de 1,1% em julho, na comparação com o mês anterior. O resultado é apontado por dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados nesta quinta-feira (6). Com o desempenho fraco, o setor paranaense é o 11º em uma lista que tem 13 estados e a região nordeste.

Entre os três do Sul, a indústria paranaense ficou com o título de pior cenário – Santa Catarina teve variação positiva de 0,2% e o Rio Grande do Sul regrediu 0,7%. A queda, porém, é menor do que a apresentada no Paraná em junho ante maio, quando a medição apontou regressão de 3,6% na produção industrial.

Mesmo com os resultados negativos nos últimos meses, o acumulado de janeiro até agora no estado se mantém em um panorama de crescimento, com aumento de 1,8%. Se forem considerados os últimos 12 meses, a situação melhora e o crescimento totaliza 6,9%.

O baixo desempenho é identificado com maior evidência quando é feita a comparação de julho de 2012 com julho de 2011. A queda, nesse confronto de desempenhos, é de 7,8%. O número é pior do que o obtido com a comparação de junho deste ano com junho do ano anterior, quando o resultado era de diminuição de 7,5% na produção da indústria.

Tendência de queda nacional

O Paraná seguiu a tendência nacional de queda na produção industrial. As quedas mais acentuadas foram registradas em Goiás (-6,3%), no Amazonas (-5,9%) e no Pará (-3,2%). São Paulo (-0,7%), Rio Grande do Sul (-0,7%), o Espírito Santo (-0,6%), Pernambuco (-0,6%) e Minas Gerais (-0,2% ) mostraram recuos mais moderados.

O setor de materiais elétricos, aparelhos e equipamentos de comunicação foi o campeão da redução na produção, com queda de 17,6%. Na mesma casa percentual ficaram a divisão de fumo (-17,4%) e veículos automotores (- 17,2%). O índice geral da indústria fechou em -3,7.

Na ponta em que houve aumento na produção, os equipamentos de transporte subiram 7,2%. Madeira (6,7%) e perfumaria, sabões e produtos de limpeza (6,3%), também tiveram intensificação na fabricação.

A pesquisa Industrial Mensal Produção Física é realizada mensalmente pelo IBGE. A área de abrangência pesquisada é composta por: Amazonas, Pará, Nordeste, Ceará, Pernambuco, Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Goiás.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.