i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Importação

Protecionismo infla valor de empresas em R$ 2,6 bilhões

  • Por
  • 05/09/2012 21:23

As empresas beneficiadas pelo aumento do Imposto de Importação tiveram crescimento expressivo no valor de mercado ontem, apenas um dia depois do anúncio de novas alíquotas para 100 produtos. O maior ganho foi da Usiminas (R$ 1,164 bilhão), segundo levantamento da Economatica, seguido da CSN (R$ 1,137 bilhão) e da Braskem (R$ 396 milhões). As três empresas lideraram a alta de ontem na Bovespa. Apesar do efeito positivo no mercado financeiro, os reflexos da medida internamente ainda não estão claros. A alíquota maior para a resina produzida pela Braskem, por exemplo, pode acabar incentivando a compra de produtos acabados e pesando no bolso da população. "Foi uma surpresa para o setor, pois privilegia uma única empresa (Braskem) em detrimento de outras 12 mil companhias, que empregam 30 vezes mais", disse José Ricardo Roriz Coelho, da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.