CDs e DVDs são os produtos piratas mais procurados pelos consumidores | Albari Rosa/ Gazeta do Povo
CDs e DVDs são os produtos piratas mais procurados pelos consumidores| Foto: Albari Rosa/ Gazeta do Povo

Rio de Janeiro - Uma análise divulgada nesta segunda-feira pela Fecomércio-RJ, com apoio do instituto Ipsos, mostra que mais da metade da população brasileira admitiu ter comprado algum produto pirata no ano de 2011. O porcentual, de 52% dos entrevistados, é o maior já registrado desde o início da pesquisa em 2006. Os grupos que puxaram o aumento do índice foram as classes A e B. Em 2010, 47% dos entrevistados destas classes afirmaram ter adquirido al­­gum item dessa natureza; neste ano, 57% admitiram ter comprado produtos falsificados.No total, aproximadamente 74,3 milhões de brasileiros contribuíram com o mercado ilegal em 2011, ante 68,4 milhões no ano passado. Cerca de 6 milhões de brasileiros que não consumiam produtos piratas em 2010 passaram a comprá-los este ano.

Apesar de ter consciência sobre a prática ilegal e seus prejuízos, o consumidor não muda sua atitude e continua comprando o produto falsificado. O estudo mostrou também que 82% dos consumidores das classes A e B acreditam que a pirataria alimenta a sonegação de impostos. Para estes, o consumo de produtos piratas também oferece prejuízo ao fabricante ou artista (80%) e prejudica o faturamento do comércio (75%).

O motivo apontado por 94% dos entrevistados que admitiram consumo de produto pirata foi o preço mais barato, de acordo com o economista da Fecomércio-RJ Christian Travassos. "Estamos com o mercado interno muito aquecido. E este consumo não abrange somente produtos legais", afirmou. "Precisamos atacar este problema em duas frentes: desoneração tributária e maior rigidez no combate à comercialização ilegal."

Na avaliação do especialista, a ascensão das faixas de renda mais baixas às classes de poder aquisitivo mais elevado não mudou hábitos de consumo de produtos falsificados.

* * * *

Interatividade:

Que fatores levariam você a comprar produtos piratas?

Escreva para leitor@gazetadopovo.com.br

As cartas selecionadas serão publicadas na Coluna do Leitor.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]