i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Comércio exterior

Rodada de Doha deve avançar em novo encontro, diz diretor da OMC

A Rodada Doha foi lançada em 2001 para resolver questões de protecionismo. A conclusão deveria ter ocorrido em cinco anos, mas isso não ocorreu

  • PorFolhapress
  • 06/08/2013 13:28

O novo diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Roberto Azevêdo, afirmou nesta terça-feira (6) que será possível avançar nas negociações da rodada de Doha durante a próxima reunião da entidade. "Não vai resolver todos os problemas [a próxima reunião], mas vai preparar o terreno. Em 20 anos, não tem nenhum resultado negociado multilateralmente. Vai ser um desafio enorme, mas não é impossível", afirmou durante evento na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan).

A 9ª Conferência Ministerial da organização vai ocorrer em Bali (Indonésia) no mês de dezembro, quando ele já estará a frente da OMC. Azevêdo assume o cargo em setembro.

A Rodada Doha foi lançada em 2001 para resolver questões de protecionismo. A conclusão deveria ter ocorrido em cinco anos, mas isso não ocorreu.

Resultados

Segundo ele, haverá resultados econômicos significativos. "Ocorrerá a sinalização de confiança de um sistema que consegue pela primeira vez em 20 anos entregar resultados", afirmou. Para ele, será possível resolver algumas questões, enquanto outros temas delicados poderão avançar no encontro de Bali.

"Alguns temas podem chegar a um desfecho em Bali, outros podem chegar no meio do caminho e depois continuaremos avançando". Entre os assuntos que serão debatidos estão a ampliação de facilidades do comércio entre países, com foco na questão aduaneira, segurança alimentar e subsídios a exportação. Este último considerado mais difícil de avançar pelo novo diretor-geral da OMC.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.