Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado

Saldo líquido de empregos foi o pior em 10 anos

O saldo líquido de geração de empregos formais de janeiro a novembro foi o pior dos últimos dez anos. No acumulado de 2013, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) o saldo foi de 1.546.999 empregos.

O resultado só foi melhor que o verificado entre janeiro e novembro de 2003, quando foram gerados 1.116.817 empregos. De janeiro a novembro de 2012, o saldo de empregos foi de 1.771.576. No mesmo período de 2011, foram 2.320.753. De janeiro a novembro de 2010, o saldo foi positivo em 2.918.549, o melhor resultado da série, iniciada em 2002.

O saldo líquido de empregos formais gerados em novembro foi de 47.486 vagas, conforme o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta sexta-feira (20) pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). O saldo do mês passado é resultado de 1.618.426 admissões e de 1.570.940 demissões. O resultado ficou dentro do intervalo das previsões obtidas pelo AE Projeções, que iam de 35.464 a 75.000, sem ajuste sazonal, e abaixo da mediana de 51.500 postos, coletada com 12 instituições do mercado financeiro.

A geração de empregos em novembro foi 37,65% menor do que em novembro do ano passado, quando ficou em 76.157 pela série ajustada. Já pela série sem ajuste, a alta foi de 3,02% na comparação com igual mês do ano passado, quando o volume de vagas criadas foi de 46.095.

No acumulado do ano até novembro, houve criação líquida de empregos formais de 1.546.999 vagas. A série sem ajuste considera apenas o envio de dados pelas empresas dentro do prazo determinado pelo MTE e é a preferida do Ministério do Trabalho e Emprego. Após esse período, há um ajuste da série histórica, quando as empregadoras enviam as informações atualizadas para o governo.

No mês passado, o setor de serviços foi responsável pela geração de 44.825 vagas. A indústria de transformação registrou um saldo negativo de 34.266 vagas. E a agricultura teve um saldo negativo de 33.183 vagas.

Ministro

O ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, disse nesta sexta-feira acreditar que a quantidade de demissões em dezembro no País deve ser inferior ao registrado no mesmo mês de 2012. Em dezembro de 2012, o saldo líquido de geração de empregos formais do Caged ficou negativo em 503.081, com ajuste sazonal. "Dezembro deve ser negativo, sempre é, mas esperamos que não tanto quanto no ano passado", afirmou.

De acordo com Dias, o resultado do Caged nos últimos meses têm sido melhor que os verificados em igual período de 2012. "O mercado tem sido melhor do que no ano passado, e a expectativa de investimento também é melhor para 2014." Ele não divulgou números preliminares relacionados a dezembro. Segundo Dias, as empresas enviam os dados que abastecem o Caged ao Ministério do Trabalho entre os dias 1º e 7 do mês seguinte.

Expectativa

O ministro do Trabalho e Emprego disse que a expectativa do governo é que o saldo líquido de geração de empregos formais em 2014 seja superior ao de 2013. De janeiro a novembro deste ano, foram gerados 1.546.999 empregos, número que deve cair por causa das demissões que ocorrem em dezembro. "Nossa expectativa é gerar mais empregos em 2014. Seguramente", afirmou. Dias, no entanto, evitou dar alguma previsão para o saldo do Caged de 2013 e 2014.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]