i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Em texto de despedida

“Os liberais ‘de fora’ que vieram para o governo cabem num micro-ônibus”, diz Salim Mattar

  • 12/08/2020 12:08
Secretários da Economia pedem demissão
Secretários da Economia Paulo Uebel e Salim Mattar (foto) pediram demissão nesta terça-feira (11)| Foto: José Cruz/Agência Brasil

O ex-secretário especial de desestatização e desinvestimento do Ministério da Economia, Salim Mattar, escreveu longo texto sobre sua saída do governo de Jair Bolsonaro no Brazil Journal. Apesar do desembarque da equipe econômica de Paulo Guedes, Mattar ressaltou que continua apoiando suas pautas, mas que decidiu sair porque a conta entre esforço dispendido e resultado obtido era negativa.

Empresário liberal, Mattar também mencionou sobre os liberais "de fora" que passaram a fazer parte do governo nesta gestão e como a tese de reduzir o tamanho do estado para desonerar o cidadão é aplaudida, mas pouco apoiada.

"Os 'de fora' são passageiros e algum dia irão embora, enquanto os membros do aparelho do Estado se perpetuarão, logo, têm que preservar aquele establishment. Os liberais 'de fora' que vieram para o governo cabem num micro-ônibus e são vistos como pessoas bem intencionadas, cheias de novas ideias, sonhadoras e inexperientes que querem mudar tudo", escreveu.

Ao longo de 19 meses como servidor, Mattar disse ter entendido como a lógica do governo é diferente da iniciativa privada, nem melhor, nem pior. "No governo procura-se defender o estado, enquanto o correto seria defender o cidadão. (...) Se no mundo dos negócios a orientação é mudar para melhorar, no governo é permanecer as coisas como são para manter do jeito que estão", argumentou.

Embora reconheça que teve apoio tanto de Guedes quanto de Bolsonaro, Mattar criticou o desenho de sua secretaria, que ficou com atribuições, mas sem o respaldo legal para as execuções. "Os grupos de interesse, absolutamente legítimos e naturais em uma democracia, dificultam o processo de desestatização", escreveu. Ele citou como pertencentes ao establishment que funciona como barreira natural para a privatização empregados públicos, sindicatos, fornecedores, comunidades, políticos locais, partidos de esquerda e lideranças políticas.

Ele ainda fez um balanço de sua gestão e citou a realização de R$ 150 bilhões em desestatização e desinvestimentos, o que reduziu o número em 84 empresas. Também mencionou os trabalhos no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) e Programa Nacional de Desestatização (PND), em que 14 de 46 estatais já estão com encaminhamento para processos de privatização.

"Diferentemente do que se propagava, o Brasil não tinha apenas 134 empresas, número este que nos foi informado no período de transição de governo. Iniciamos uma análise mais detida e encontramos 698 empresas entre as de controle direto, suas subsidiárias, coligadas e com simples participações. O estado-empresário é gigantesco e não quer ser amputado", criticou.

13 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 13 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • M

    MICHAEL GUSTAV ADOLF MULL

    ± 0 minutos

    Se o Legislativo e Judiciário continuarem , os liberais caberão num Fusca e depois num Toc-Toc.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • N

    Nigro

    ± 59 minutos

    O Brasil continua sendo o país das oligarquias. O povo... ora o povo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    Sergio Vianna

    ± 2 horas

    Verdade absoluta! Se Salim lêsse Vicente Falconi já saberia disso antes de aceitar ao cargo!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    João Teixeira Pires

    ± 2 horas

    Infelizmente o Brasil parece ainda ser dominado por instituições chamadas "extrativas", conforme descrito por Acemoglu & Robinson em seu livro "Porque as nações fracassam". Temos que perseverar.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    Sr. Walker

    ± 3 horas

    Paicinho de myerda

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Freitas

    ± 3 horas

    “Filha de Fabrício Queiroz, Nathália Queiroz continuou repassando a maior parte de seu salário ao pai mesmo quando empregada no gabinete de Jair Bolsonaro na Câmara. Os dados da quebra de sigilo bancário de Nathália mostram que ela transferiu R$ 150,5 mil para a conta de Queiroz entre janeiro de 2017 e setembro de 2018.O valor representa 77% do valor que a personal trainer recebeu na Câmara.”

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • F

      Freitas

      ± 3 horas

      Nathália nunca viu esse tal de gabinete...

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Mauricio Magnus

    ± 3 horas

    O establishment é fogo, parceiro. Mas paciência e canja de galinha...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Freitas

    ± 4 horas

    Te cuida, Matta. Logo, tu podes ser considerado um traidor. A guerrilha miliciana não aceita contestações.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    3 Respostas
    • A

      Alex

      ± 1 horas

      ANTONIO MOREIRA: Tem razão Antonio. Ele é "figurinha" repetida aqui. Sempre usa o espaço para fazer críticas e apontar erros do atual Executivo, mas nunca para reconhecer algum valor ou fazer críticas a oposição. Cada um livre para escrever o que pensa (ao contrário do que defendem "progressistas"), mas nem todos merecem atenção.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • A

      ANTONIO MOREIRA

      ± 1 horas

      O vesguinho Freitas tem um único olhar. Conheço essa visão vesga, desde quando o Pt e seus puxadinhos, não eram governo. Detectavam todos os erros dos governos de plantão, ocupavam o noticiário para apontar as falcatruas onde quer que estivessem, mas quando pegaram a boquinha, fizeram muito pior do que aqueles que criticavam. Vesguinho, equilibre suas denúncias, fale dos erros do governo Bolsonaro, mas tenha a honradez de denunciar os desmandos e pilantragem do outro lado da cerca. Assim fica mais fácil crer em sua honestidade intelectual e seu interesse em expor o erro, onde quer que se encontre.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • F

      Freitas

      ± 3 horas

      Mattar.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.