Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Em meio a rumores de que estaria demissionária, a secretária da Receita Federal, Lina Vieira, que assumiu o cargo em julho do ano passado, convocou uma reunião com sua equipe. O encontro, do qual também participam os superintendentes regionais, acontece neste momento no Ministério da Fazenda, em Brasília. A assessoria de imprensa da Receita não informou qual o motivo do encontro.

Na segunda-feira (13), ao ser questionado sobre a possível saída da secretária Lina Vieira, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, se negou a comentar o assunto. "Não tenho obrigação de confirmar nada", afirmou ele ao fim da reunião ministerial, na Granja do Torto.

Os rumores da saída de Lina Vieira do Fisco acontecem após a decisão do órgão de investigar, neste ano, a Petrobras, segundo reportagem de sábado (11) do jornal "O Globo". A empresa mudou o regime tributário de competência para caixa, no segundo semestre de 2008, retroagindo ao início do ano passado, o que gerou um crédito superior a R$ 1 bilhão referente à contabilização de "variações cambiais".

O Sindicato dos Auditores Fiscais (Unafisco) já divulgou, antes mesmo da confirmação da saída de Lina Vieira, nota de apoio à secretária na qual afirma que a Receita é um órgão de "Estado" e não de governo.

"A sua missão mais nobre é defender o bom contribuinte, exigindo que aqueles que não cumprem suas obrigações tributárias o façam, sem favorecimento de espécie alguma, sem atrelamento às necessidades políticas do governo e com total comprometimento com a obediência ao princípio da capacidade contributiva insculpido na nossa Constituição", informa a Unafisco, na nota divulgada.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]