Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A bolsa brasileira se animou diante da ausência do aumento de juro da China no fim de semana e subiu nesta segunda-feira, graças ao desempenho de papéis ligados a commodities e construção.

O Ibovespa, principal índice acionário local, fechou em alta de 1,15 por cento, para 69.126 pontos, perto da máxima do dia. O volume financeiro da sessão foi de 5,62 bilhões de reais.

Na semana passada, o mercado foi pressionado, entre outros fatores, pela expectativa de uma alta no juro básico na China, como medida de contenção da inflação e para enxugar a excessiva liquidez no país.

No entanto, após adiantar a divulgação de indicadores econômicos, as autoridades chinesas optaram por um aumento no depósito compulsório dos bancos como aperto monetário, o que afastou as possibilidade de alguma alteração no juro este ano, dando espaço para o mercado acionário brasileiro se recuperar nesta sessão.

"Depois do que fizeram (elevar o compulsório), qualquer outra medida deve ficar para o ano que vem mesmo", afirmou Hamilton Moreira, analista sênior do BB Investimentos. "Devemos terminar o ano ali nos 71 mil pontos, uma projeção tranquila, para começar o ano que vem quente. Mas as preocupações não sumiram do mapa."

Em Wall Street, os principais índices de ações também tinham alta perto do fechamento.

No Ibovespa, as ações preferenciais da Petrobras subiram 0,82 por cento, para 25,91 reais, ao passo que as ações ordinárias ganharam 1,27 por cento, para 28,69 reais. Nesta segunda-feira o UBS elevou o preço-alvo de ambos os papéis para 32 reais, com recomendação mantida em "neutra" para os papéis ordinários e elevada para "compra" para os preferenciais.

As ações preferenciais da Vale tiveram alta de 1,84 por cento, para 50,92 reais, enquanto as ordinárias subiram 2,50 por cento, a 58,19 reais.

A ausência de aumento no juro chinês favoreceu as empresas brasileiras com forte pauta de exportação, o que ajudou o setor de siderurgia a ter um novo dia de recuperação. As ações da Gerdau subiram 3,02 por cento, para 23,50 reais. As preferenciais da Usiminas ganharam 3,86 por cento, para 19,91 reais.

O setor de construção também figurou entre os melhores desempenhos do dia. MRV Engenharia fechou em alta de 5,05 por cento, para 16,65 reais, e PDG Realty avançou 3,96 por cento, para 9,98 reais.

A mineradora MMX teve o pior desempenho do Ibovespa, recuando 4,28 por cento, para 10,96 reais, no dia em que a empresa anunciou ter aprovado plano de investimento de 3,5 bilhões de reais para expansão do projeto de minério de ferro de Serra Azul, em Minas Gerais.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]