i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
indústria

Setor de painéis vive expansão

  • Por
  • 06/11/2007 19:12

O setor de painéis de madeira programa investimentos de US$ 800 milhões nos próximos três anos, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Painéis (Abipa). Rosane Donati, superintendente executiva da associação, diz que a capacidade da indústria de painéis (MDF, chapas de fibra e aglomerado), hoje em 6 milhões de metros cúbicos por ano, deve aumentar 60% até 2012. O Paraná concentra boa parte da produção do setor, com fábricas das chilenas Masisa e Arauco, da portuguesa Tafisa e da paranaense Berneck. Em 2006, foram 4,4 milhões de metros cúbicos produzidos no país, volume 12,8% maior do que no ano anterior.

A Abipa estima que entre 2006 e 2009 o faturamento do setor salte de R$ 4,1 bilhões para R$ 6,3 bilhões. As vendas, na mesma base, devem passar de 4,4 milhões de metros cúbicos para 5,2 milhões de m3. Praticamente todas as indústrias de painéis já divulgaram intenção de construir novas fábricas. E empresas como as paranaenses Guararapes e Rossoni vão ingressar nesse mercado. A chilena Masisa, que tem fábrica em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais, está investindo US$ 119 milhões na construção de uma fábrica de MDP em Montenegro, no Rio Grande do Sul, para a produção de 550 metros cúbicos por ano. O projeto abrange ainda uma linha de melamina com capacidade para produção de 220 mil m3/ano. A entrada em operação está prevista para 2009. (CR)

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.