i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Varejo

Shoppings estendem horário de Natal, mas sem madrugadão

Consumidor poderá fazer compras até às 2 horas da manhã nos dias 20, 21 e 22 de dezembro

  • PorCinthia Scheffer - Gazeta do Povo
  • 06/12/2006 21:01

A partir deste fim de semana os principais shoppings de Curitiba passam a funcionar em horário especial para o Natal. Neste ano, no entanto, ao invés de concentrar os esforços nas 32 horas que antecedem a festa – e virar a madrugada do dia 23 para o dia 24 de portas abertas, como aconteceu no ano passado – as lojas ficarão abertas em horário estendido durante um número maior de dias. A partir do dia 20, o consumidor já terá a opção de fazer compras até às 2 horas da madrugada.

As maratonas madrugada a dentro começaram em 2004 em shoppings de São Paulo. No último Natal, os quatro maiores empreendimentos da cidade – Mueller, Crystal, Barigüi e Curitiba – aderiram à moda e abriram as portas por até 32 horas entre os dias 23 e 24 de dezembro. Segundo o balanço divulgado na época, 392 mil pessoas passaram pelos corredores durante o "madrugadão" de compras. Embora empreendedores e lojistas tenham comemorado os resultados do ano passado, a opção foi por não repetir a estratégia este ano. Na capital paulista, onde nove shoppings participaram no ano passado, a maratona também não deve ocorrer novamente.

A negociação do horário especial nos shoppings de Curitiba já vinha sendo discutida com o sindicato dos comerciários há algumas semanas. Em São Paulo, o sindicato da categoria diz que o acordo fechado com os empreendimentos pode ter desestimulado a reedição da maratona de compras na madrugada. O acordo prevê multa de até R$ 5 mil para os shoppings que descumprirem cláusulas de trabalho, como o pagamento de horas extras. As diretorias dos shoppings daqui, no entanto, não confirmam qualquer dificuldade na negociação.

O shopping Mueller começa a trabalhar em horário especial a partir desta sexta-feira. Segundo a direção, o horário foi estabelecido de forma a agradar a todos: clientes, lojistas e administração. A expectativa é elevar em 20% as vendas, na comparação com o mesmo período do ano passado. O número de pessoas circulando no Mueller – em média 900 mil por mês – deve crescer 18% neste mês.

Segundo a administração do ParkShopping Barigüi, a opção por não manter as lojas abertas por 32 horas seguidas foi definida em uma pesquisa com clientes. A maioria dos consumidores consultados disse preferir que as lojas ficassem abertas até mais tarde durante vários dias ao invés de funcionar apenas durante a madrugada que antecede o Natal.

A direção do shopping tem como política não divulgar a expectativa de faturamento ou incremento de vendas para este período. No ano passado, o ParkShopping foi o empreendimento curitibano que mais atraiu clientes durante a madrugada – 130 mil pessoas passaram pelos corredores entre as 10 horas do dia 23 e as 18 horas do dia 24.

Nos shoppings Curitiba e Crystal – único que já trabalha em horário especial desde o dia 1.º –, o horário será estendido até às 2 horas apenas no dia 23 de dezembro.

Rua

O comércio de rua já está funcionando em horário especial desde o dia 1.º. Durante todo o mês, as lojas estarão abertas das 9 h às 22 h de segunda à sexta-feira. Nos sábados que antecedem o Natal, o curitibano terá das 9 h até as 21 h para fazer suas compras e nos domingos 10 e 17, entre 10 h e 19 h. A expectativa da Associação Comercial do Paraná (ACP) é de aumento entre 6% e 8% nas vendas deste fim de ano, na comparação com dezembro de 2005.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.