i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Poluição

Taxação de gases pode asfixiar pecuária nos EUA

  • PorThe Guardian
  • 07/12/2008 21:02
Manifestante protesta contra o aquecimento global, na Inglaterra | Andrew  Winning/Reuters
Manifestante protesta contra o aquecimento global, na Inglaterra| Foto: Andrew Winning/Reuters

Londres - Fazendeiros dos Estados Unidos estão se oponto fortemente a uma "taxa bovina", que incidiria sobre eles por causa das emissões de metano e gases nitrosos contidos na flatulência de vacas e porcos. Os produtores dizem que a proposta da Agência de Proteção Ambiental (EPA, na sigla em inglês) levaria a tarifas que podem chegar a US$ 175 por vaca e a US$ 20 por porco – o suficiente para empurrá-los para fora dos negócios e levar à falência empresas de alimentos por todo o país. "Estamos tentando não ser alarmistas, mas nossos rebanhos estão em jogo", diz Perry Mobley, pecuarista no Alabama e diretor da federação estadual de fazendeiros. "É um mau negócio. Você não impede uma vaca de ruminar cobrando uma taxa."

Um porta-voz da EPA disse que os produtores estão distorcendo a mensagem de um documento recente, que contém uma breve menção às fazendas e foi desenhado para tratar da regulamentação dos gases do efeito estufa nas indústrias. A American Farm Bureau Federation, grupo de lobby dos fazendeiros, calcula que um rancho com 25 vacas leiteiras, 50 bovinos de corte ou 200 porcos emitiriam por ano mais de 100 toneladas de carbono e teriam de pagar uma "autorização para poluir" se as regras forem adotadas. O valor chegaria a US$ 40 mil ao ano para uma fazenda de tamanho médio, o que afetaria mais de 90% dos produtores do país.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.