i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
AUTOMÓVEIS

Vendas de carros subiram 6,6% em agosto no Paraná

As lojas encerraram agosto com 29,7 mil automóveis e comerciais leves vendidos, com alta de 6,6% em relação ao mês anterior e de 21,9% sobre agosto de 2011

  • PorGazeta do Povo
  • 06/09/2012 14:32

A possibilidade de que o IPI reduzido fosse acabar levou milhares de paranaenses às concessionárias. E as lojas encerraram agosto com 29,7 mil automóveis e comerciais leves vendidos, com alta de 6,6% em relação ao mês anterior e de 21,9% sobre agosto de 2011.

A desoneração também teve impacto positivo sobre os resultados acumulados desde o início do ano. De janeiro a julho, as vendas de carros somaram 183,1 mil unidades, 5,6% mais que no mesmo período do ano passado, segundo a Fenabrave-PR, que representa cerca de 700 revendedoras do estado.

Na conta que também inclui ônibus, caminhões, motos e implementos rodoviários, o varejo automotivo comercializou 37,5 mil unidades no mês passado, 6,5% mais que em julho e 7,8% acima do resultado de agosto de 2011.

No acumulado do ano, no entanto, o setor ainda exibe queda de 0,6% nas venda. Isso porque, à exceção dos automóveis e comerciais leves, categorias beneficiadas pela queda do IPI, todos os demais segmentos ainda estão vendendo menos que no ano passado.

Pouco antes do fim de agosto, o governo prorrogou a duração das alíquotas reduzidas do IPI, que agora vai até o fim de outubro. Mas, segundo o diretor-geral da Fenabrave-PR, Helmuth Altheim, "os meses de setembro e outubro não terão os mesmos resultados de julho e agosto".

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.