Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Os mercados acionários norte-americanos fecharam em alta na segunda-feira, com atividades de fusão levando o Dow e o S&P para máximas em dois anos e meio. Este é o último de uma série de indícios que apontam para ganhos maiores à frente.

No fechamento da segunda-feira, o índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, avançou 0,57 por cento, para 12.161 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq subiu 0,53 por cento, para 2.783 pontos. O índice Standard & Poor's 500 teve valorização de 0,62 por cento, para 1.319 pontos.

As compras aceleraram após o S&P 500 quebrar a marca dos 1.313 pontos, levando o índice a atingir níveis vistos antes da crise financeira. Para cada ação que caiu na sessão da segunda, mais de duas avançaram tanto na Bolsa de Nova York quanto na Nasdaq, mas o volume de operações do dia ficou abaixo da média.

A companhia industrial Danaher fechou acordo de aquisição da empresa de diagnósticos médicos Beckman Coulter por cerca de 6,8 bilhões de dólares. Já a companhia de perfuração de petróleo EnsCo anunciou a compra da Pride International por cerca de 7,3 bilhões de dólares.

"O tamanho das operações indica que as empresas compradoras estão confortáveis em investir seu dinheiro, enquanto que as empresas sendo compradas estão abaixo do valor", disse James Dunigan, vice-presidente de investimentos da PNC Wealth Management, fundo que administra 105 bilhões de dólares em investimentos.

As ações da Danaher subiram 2,2 por cento, enquanto que Beckman Coulter registrou alta de 10 por cento. A EnsCo, por sua vez, recuou 4,2 por cento, e a Pride International saltou 15,7 por cento.

Após quebrar a marca dos 1.313 pontos, o mercado acionário deve ver pouca resistência para o índice S&P atingir os 1.400 pontos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]