Amazonas retomou as aulas na rede pública
Aulas presenciais foram retomadas na rede pública do Amazonas| Foto: Pixabay

Vinte dias após o retorno das aulas presenciais do ensino médio da rede pública estadual do Amazonas, o estado registra 342 professores infectados com Covid-19, segundo a Fundação de Vigilância de Saúde. A situação preocupa pais e professores de Manaus.

O maior número de registros ocorreu, até o momento, na Escola Estadual José Bernardino Lindoso, com 28 casos positivos. Outras duas escolas, a Severiano Nunes e a Samuel Benchimol, têm dez casos cada.

Com base nos dados, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado pediu a suspensão das aulas e a volta às atividades online. Procurada, a Secretaria de Educação amazonense não se pronunciou.

Rede privada do Amazonas

As instituições particulares do estado receberam autorização para reabrir por meio do decreto estadual nº 42.461, publicado em 3 de julho pelo governo do Amazonas. A volta às aulas ocorreu em 6 de julho para a rede privada, incluindo creches, escolas e faculdades particulares.

Máscaras, o uso de álcool em gel, barreira acrílica e rodízio de alunos são alguns dos cuidados que fazem parte do protocolo de retorno estabelecido pelo governo do AM.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]