i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Dilema

Caso Decotelli, a corrida por títulos e o Brasil que forma doutores para o desemprego

  • Isabelle BaronePor Isabelle Barone
  • Brasília
  • 06/07/2020 17:10
Imagem ilustrativa.
Imagem ilustrativa.| Foto: Unsplash

A passagem "relâmpago" de Carlos Alberto Decotelli da Silva pelo Ministério da Educação (MEC) e as inconsistências curriculares por ele apresentadas, além de terem tumultuado a pasta, jogaram luz sobre dilemas envolvendo mestres e doutores Brasil afora. Como, por exemplo, a supervalorização de títulos e a dificuldade de absorção desses profissionais pelo mercado de trabalho.

O ex-ministro Abraham Weintraub, em sua gestão, já havia posto o tema na mesa: "O Brasil tem doutor demais", disse ele, à época. "Já batemos a meta do doutorado há tempos. Quando você bate uma meta, direciona as verbas para as outras que ainda estão aquém".

O mercado saturado não é o maior dos problemas, contudo. A supervalorização de diplomas em detrimento da capacidade de atuação, de fato, dos profissionais, revela uma cultura de "falsa promessa" de ascensão social. Por isso a corrida por títulos.

Somam-se a isso dois outros problemas: a incapacidade do mercado de absorver a mão de obra - pela saturação ou por falta de estrutura frente à "qualificação excessiva" - e a "fuga de cérebros".

A inconsistência curricular de Decotelli foi exposta em função do cargo de ministro. Mas, em 2018, quando esteve à frente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), importante autarquia ligada ao MEC, o professor não teve seu currículo contestado.

"Currículos acadêmicos podem ser usados como martelos por detratores políticos quando isso lhes convém. E, em um mundo informatizado, é bem mais fácil auditar a veracidade de informações curriculares", afirma Guilherme Wood, doutor em Psicologia pela Universidade de Aachen, na Alemanha.

Mas a que se deve a corrida por títulos?

Promessa de ascensão social para doutores

Especialistas avaliam que o problema da supervalorização dos diplomas no país decorre, em grande medida, de uma promessa ilusória de ascensão social garantida com a conclusão de um curso universitário.

"O brasileiro nunca deixará de amar títulos e honrarias, pois a sociologia da nossa intelectualidade é calcada na figura do medalhão e, lamentavelmente, entre eles sobejam os 'falantes de javanês'", afirma Wood, atualmente professor no Instituto de Psicologia da Universidade Karl-Franzens, na Áustria. "Fraudes envolvendo títulos e honrarias não são exclusividade brasileira e decorrem da fixação em sinais exteriores de status, poder e superioridade, todos eles emanados pela qualificação acadêmica."

Para além da busca pelo prestígio, é preciso considerar que, até recentemente, programas de pós-graduação de muitas universidades públicas não apenas isentavam estudantes de mensalidades bem como ofereciam remuneração a muitos dos pesquisadores. "É fácil de supor que a quase totalidade dos estudantes brasileiros de doutorado tinha uma não tão secreta esperança de um emprego público estável e bem remunerado", afirma Pedro Caldeira, doutor em Gestão da Informação pela Universidade Nova de Lisboa.

Soma-se a isso o incentivo dos últimos governos para aumentar as estatísticas do ensino superior no país. Isto é, uma preocupação com o aumento nos números de pós-graduados e uma busca desenfreada para publicar o maior número de artigos científicos possíveis.

Na visão do especialista, porém, há tempos a decisão pela pós-graduação deixou de ser uma boa investida. "Deixou de ser racional tomar essa decisão de prosseguir estudos de pós graduação de doutorado há 10 anos [...]. No entanto, muitos ainda seguem essa via na esperança de que ocorra milagrosamente a abertura de novas vagas ou a vacância de vagas já existentes", defende Caldeira.

"Essa esperança tem muito de ilógico, especialmente quando a União está em forte contenção de despesas com pessoal e após a aprovação da Reforma da Previdência nos moldes como ocorreu em 2019", afirma.

Na Áustria, bem como em muitos outros países industrializados, a empregabilidade tende a não melhorar com a aquisição de diplomas dessa natureza, diz Wood. "Em muitas disciplinas, piora. O doutoramento é, portanto, uma alternativa de risco, atrativa somente para uma minoria com muito talento, iniciativa e resiliência, e, decididamente, não um mecanismo de ascensão social", defende.

Revés na empregabilidade de mestres e doutores

Por razões dessa natureza, um diploma, embora louvável, pode acabar ocasionando dificuldades quanto à empregabilidade para os próprios mestres e doutores. Pelo menos 25% dos brasileiros com doutorado e 35% dos que têm mestrado estão desempregados, revelam dados do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

Em geral, os profissionais têm três principais mercados a suprir: as instituições de ensino, funções de consultoria especializada e a indústria voltada à tecnologia de ponta. Mas especialistas apontam para a dificuldade do mercado em absorver a mão de obra "superqualificada".

"No cenário econômico brasileiro, onde falta mão de obra técnica especializada como base de apoio à atividade artística, tecnológica e científica dos pós-graduados, a maioria dos doutores está irremediavelmente condenada ao subemprego", afirma Wood.

"Ao contrário do que muitos pensam, no front do desenvolvimento tecnológico estão micro e pequenas empresas", diz o especialista. "Essas só florescem num ambiente de liberdade econômica, abertura ao mercado internacional e transparência legal e fiscal: exatamente o contrário do que o Brasil oferece. Mas, no mercado brasileiro, as chances de sobrevivência de pequenas e médias empresas no ramo de alta tecnologia são muito ruins".

Caldeira alerta, por outro lado, para uma tentativa de distorcer o mercado. Ele afirma desconhecer "um único caso de profissional altamente capacitado para as vagas que o mercado oferta que esteja desempregado ou em subemprego". Por outro lado, tem ciência de profissionais altamente capacitados para vagas que o mercado não oferta. "As tentativas de distorcer o mercado para criar vagas que o mercado de fato não necessita, cedo ou tarde correm muito mal", diz.

"Os que se capacitaram do modo e no tempo certo, que aceitaram sair dos grandes centros urbanos ou que empreenderam baseados nas competências adquiridas e ou desenvolvidas em seus estudos pós graduados estão a ser, parece-me, adequadamente valorizados", defende. "Infelizmente essa valorização passa mais pelas redes públicas e privadas de ensino superior que por empresas privadas na indústria, na agropecuária ou na prestação de serviços".

Segundo Pablo Barboza Lollo, pós-doutor em Fisiologia e Biofísica pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), uma das respostas para o dilema está no desequilíbrio entre o incentivo à formação de recursos humanos e ao desenvolvimento de ciência e tecnologia no Brasil.

"Provavelmente a melhor colocação para que eles possam ajudar efetivamente o país seja na iniciativa privada. Porém, para isso, acredito que devam existir políticas para o desenvolvimento de ciência e tecnologia nacionais nas empresas, para que haja um desenvolvimento econômico, social e educacional nacional e regionalmente", diz.

Fuga de cérebros

À medida em que o mercado não os abarca e a academia deixa de investir nesses profissionais, observamos um outro fenômeno: o êxodo de doutores. Há quem chame de "fuga de cérebros". A Gazeta do Povo falou recentemente sobre a experiência de profissionais cujo entendimento é o de que "fazer ciência no país é inviável".

Nas palavras de Wood, "a combinação funesta de economia restrita, excesso de doutores e carência de profissionais técnicos qualificados sela o destino de muitos desses doutores, que se vêm forçados a abandonar o país".

"Além disso, o pessoal não-acadêmico responde pouco pela qualidade de seu trabalho e desperdiça a força de trabalho caríssima de professores, e as importações de equipamentos podem levar anos e acarretam um ágio de até 300% sobre os preços originais. E por último, a estrutura coletivista dos departamentos universitários desmotiva o pensamento livre, privilegia o trabalho ideológico em detrimento do pensamento científico e mata o amor ao conhecimento. Esse foi, no meu caso, o motivo mais pungente para deixar o Brasil", afirma Wood.

Caldeira também considera estar entre cérebros que deixaram seu país de formação - embora não culpe o sistema por sua própria decisão. Mas, no seu caso, saiu de Portugal. "A decisão da minha 'fuga' foi exclusivamente minha, sabendo que teria de viver com as consequências da minha decisão, independentemente de elas serem boas ou más. E algumas foram boas e outras más, mas nunca me passaria pela cabeça responsabilizar entidades exteriores pelas consequências de uma decisão minha".

"Onde alguns veem histórias repletas de tristeza por muitos se terem visto obrigados e saírem do país para garantirem o seu próprio sustento ou melhorar as suas condições de vida, eu vejo histórias de sucesso por muitos terem encontrado alternativas às condições precárias que lhe foram ofertadas no Brasil", afirma Caldeira.

Baixo impacto e notas "infladas"

Além das questões já colocadas, o grande número de doutores no país não foi capaz de mudar o cenário científico frente à comunidade internacional. Em uma série de matérias veiculadas na Gazeta, explicamos como o Brasil publica muito e, em troca, tem impacto científico baixo. Em resumo, figura entre os piores colocados.

"O montante de investimento nas universidades públicas é invejável e superior ao de muitos países de primeiro mundo, mas sua aplicação é inefetiva", defende Wood.

"Há um incentivo muito grande para que os acadêmicos busquem títulos e publiquem o maior número de artigos possíveis para conseguirem financiamento para seus trabalhos. Porém nem sempre há uma preocupação e incentivo tão grande para a busca de qualidade, e hoje vivemos na academia buscando números e títulos para conseguirmos financiamento para as pesquisas e um certo prestígio", afirma Pablo Lollo.

Frente a outros países que publicam em quantidade semelhante a do Brasil, números apontam para a quase "irrelevância" da ciência brasileira, afirma Caldeira. "Quando se considera a média da relevância da pesquisa feita por aqui [no Brasil], ela encontra-se sistematicamente abaixo da média da relevância da pesquisa feita a nível mundial. Em todas as grandes áreas".

"Se tivermos em consideração que a média da pesquisa mundial em cada uma das grandes áreas de pesquisa é muito baixa, temos a medida exata do estado calamitoso em que a produção científica se encontra em nosso país".

26 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 26 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • G

    GERSON CACIONE

    ± 0 minutos

    Durante alguns anos exerci minha atividade profissional em um local onde havia e ainda há Docentes de uma Universidade do Estado do Paraná. A voz corrente era fazer Pós Graduação apenas para melhorar o salário. Jamais ouvi/vi alguém interessado em conhecimento. Dissertações e Teses sem qualquer interesse prático ou que tragam aprofundamento do saber e benefícios práticos para a Ciência.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • C

      CRISTIANO ARAUJO

      ± 1 horas

      As universidades brasileiras estão preocupadas com a lacração e o doutrinamento esquerdista. Produzir conhecimento? Fazer ciência séria? Criar? Inovar? Ninguém tem mais tempo pra isso. Sem falar que, independente do que se faça, o pagamento estará na conta e a estabilidade está garantida. Aquele mestrado ou doutorado no exterior? É só fazer parte da turma da lacração.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • D

        D'AMICO

        ± 4 dias

        EXCELENTE COMENTÁRIO, TOCOU NA FERIDA " MESTRA " DA SABEDORIA ACADÊMICA BRASILEIRA . ARTIGOS MAIS TESES , NAIS DIPLOMAS E TUDO EM VOLTA DA REDESCOBERTA DA RODA . REINVENTAR NÃO É INOVAÇÃO É ENROLAÇÃO , NA QUAL SOMOS MESTRES . DAÍ PAREI , RACIOCINEI , UM POUCO . ENTÃO SEM OPÇÃO VIREI - PROFETA .

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • V

          Valmir Gonçalves Garcia

          ± 5 dias

          Para ingressar na carreira privada e ter sucesso não adianta apenas os títulos bonitos, precisa ter competência!!!

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • V

            Valmir Gonçalves Garcia

            ± 5 dias

            Para ingressar na carreira privada e ter sucesso não adianta apenas os títulos bonitos, precisa ter competência!!!

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • C

              Calamari

              ± 5 dias

              O que adianta ter PhD internacional se quando voltamos no nosso país de origem não somos valorizados. Espero ansiosamente pela mudanças desse cenário!

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • S

                Stefan

                ± 5 dias

                Vejam as teses de doutorado no Brasil. Parece piada. Uma mais ridícula que a outra e só para aumentar o salário em universidades públicas.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • C

                  Celito Medeiros

                  ± 5 dias

                  Existe inconsistência na definição de muitas palavras, como as diferenciações entre Simplicidade e Humildade, entre Ética e Moral, onde a etimologia das palavras ficaram viciadas, gerando interpretações tantas. Assim, a questão entre o DOUTO (doutor) e o Doutorado (Professor Doutor). Tais aplicações das palavras é que mostram as diferenças. Chamar alguém de Doutor é por possuir o Douto (grande conhecimento, especialmente dos que fazem uma Faculdade plena), assim, Doutor aos que tinham curso superior, mais usual para médicos e advogados, lembra? Pois é, o título para quem faz Doutorado não é de doutor, mas de PROFESSOR DOUTOR (Saraiva- Coimbra). Nem no STF teríamos concordância plena.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  2 Respostas
                  • M

                    MICHAEL GUSTAV ADOLF MULL

                    ± 5 dias

                    Neste país , onde qualquer formado tem mania de se autointitular Doutor , com apoio dos "Conselhos Profissionais" , temos recém formado de farmácia , fisioterapeuta , nutricionista , advogado , engenheiro , todo mundo põe o odioso "Dr" na frente de seu nome. Não é inveja , fiz MBA na Europa , nem por isto sou Doutor, pois não fiz Doutorado.

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                  • S

                    Senor Rodriguez

                    ± 5 dias

                    Interessante. Então, o que conhecemos popularmente por "Doutor" é um "professor-Doutor", ou seja: um professor com excelência acadêmica, e não um "super-sábio". Assim, quem se aventura num doutorado acadêmico busca, em tese, especialização em seu magistério. Muito bem colocado Sr. Celito.

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                • S

                  Senor Rodriguez

                  ± 5 dias

                  O mestrado-doutorado em instituições públicas serve como trampolim para "os escolhidos" que um dia orbitarão nas federais/estaduais da vida. Já na rede privada é só mais uma falsa promessa, como disse o texto. É triste ver jovens se formando aos 22-23, daí a própria faculdade o convence que ele precisa do "diferencial" da pós, depois mestrado, depois doutorado. Resultado: desempregados com 30 e poucos anos, cheios de títulos e sem experiência prática nenhuma. E tudo isso com os pais pagando.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • M

                    Maria Sueli de Almeida

                    ± 5 dias

                    Maria Sueli de Almeida Muito Doutor e pouco conhecimento I

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    • P

                      PastorRosevaldo

                      ± 5 dias

                      o sujeito entra num curso de mestrado pra ganhar bolsa e se preparar para o doutorado e também continuar ganhando bolsa. Depois que acaba vai tentar entrar numa universidade mantendo a continuidade do ciclo (se não passar num concurso pra professor, entra como pesquisador bolsista ou caso parecido). Enfim, uma década ganhando bolsa. Se fossem algumas centenas que tivessem absorção profissional, até tudo bem... mas são milhares e milhares pelo Brasil a fora, ano após ano.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      • L

                        Leandro Pires

                        ± 5 dias

                        O Sr. Decotelli é realmente um caso a ser estudado. Se passar esse currículo dele na "peneira da verdade", talvez não sobre muita coisa concreta. Ficar ministro por 5 dias, sequer com cerimônia de nomeação, e anotar isso no currículo só pode ser piada. Mas currículos como esse, de várias páginas, porém "ocos", existem aos montes por aí. Estes, tem o meu total desprezo.

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                        • J

                          Jorge Dias

                          ± 5 dias

                          "Doutores servem APENAS para formar doutores no Brasil." - L.F. Pondé.

                          Denunciar abuso

                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                          Qual é o problema nesse comentário?

                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                          Confira os Termos de Uso

                          • D

                            D'AMICO

                            ± 5 dias

                            OLHA NOSSA PATOTA É COMPOSTA POR : TODAS AS RAÇAS, CREDOS , TORCIDAS , DIPLOMADOS , ANALFABETOS , POLITICOS , GATOS NÃO LEVE , LGBTS , PADRES , POBRES PASTORES , BONS DE BOLA , MENTIROSOS , RICOS , MENINAS DA CASA DA LUZ VERMELHA , ATÉ DE COXINHAS , E MORTADELA SADIA . SENTAMOS TODOS NA MESMA MESA . PARA CONFABULAR , ORAR E BEBER . ATÉ ESTUDAMOS . FILOSOFAMOS A EXISTÊNCIA . MÁS A ÚLTIMA SENTADA FOI UMA DECEPÇÃO GERAL A TODOS . # FALAMOS DO HOMEM QWUE NUNCA TINHA SIDO NADA . O FANTASMA QUE QUERIA ENGANAR O DIABO . PARA SER MINISTRO DA EDUCAÇÃO. SÓ DEU VAIAS.

                            Denunciar abuso

                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                            Qual é o problema nesse comentário?

                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                            Confira os Termos de Uso

                            • R

                              Roberta Santos

                              ± 5 dias

                              Resumindo: com ou sem educação estamos no limbo!!!!

                              Denunciar abuso

                              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                              Qual é o problema nesse comentário?

                              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                              Confira os Termos de Uso

                              • J

                                João Mello

                                ± 5 dias

                                Parece que foi Weintraub quem escreveu o artigo.

                                Denunciar abuso

                                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                Qual é o problema nesse comentário?

                                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                Confira os Termos de Uso

                                1 Respostas
                                • S

                                  Senor Rodriguez

                                  ± 5 dias

                                  Então conteste.

                                  Denunciar abuso

                                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                  Qual é o problema nesse comentário?

                                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                  Confira os Termos de Uso

                              • A

                                Ana Luiza

                                ± 5 dias

                                O Brasil é refém do 'paraíso perdido' chamado concurso público. O resto tenta sobreviver e pagar a conta.

                                Denunciar abuso

                                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                Qual é o problema nesse comentário?

                                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                Confira os Termos de Uso

                                • F

                                  Fernanda

                                  ± 5 dias

                                  Os cérebros estão fugindo

                                  Denunciar abuso

                                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                  Qual é o problema nesse comentário?

                                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                  Confira os Termos de Uso

                                  • D

                                    Diz

                                    ± 6 dias

                                    Simplesmente massificação o mestrado e doutorado, pior é que fizeram seleção ideológica. Conteúdo muito abaixo da média, pra não dizer medíocre. Os bons profissionais preferem um mercado sem burocracia mas com pragmatismo.

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                    • A

                                      ADOLFO ANTONIO HICKMANN

                                      ± 6 dias

                                      Concordo com o Ex-Ministro, quando disse que a meta de doutores já foi cumprida. Sou um dos casos de doutores desempregados no Brasil que tem estado de olho em oportunidades em outros países. Já andei por boa parte do país e tenho acompanhado os editais, com muito tristeza, sem sucesso. Para se concorrer à escassas vagas, é preciso viajar para lugares distantes, gastar o que não se tem e arriscar a sorte. Nos bastidores dos concursos para docentes, muita coisa acontece. Infelizmente, acredito que talvez nenhum Programa de Pós-Graduação se preocupe com o futuro profissional dos estudantes. E onde ficou a Capes nisso?

                                      Denunciar abuso

                                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                      Qual é o problema nesse comentário?

                                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                      Confira os Termos de Uso

                                      • D

                                        Destemido

                                        ± 6 dias

                                        Achei o artigo confuso apesar da relevancia do tema. Precisava fornecer números que embasasse as conclusões. Um país precisa de pesquisadores?? Creio q sim. Pronto, qual o %de doutores por habitante? E em quais áreas de conhecimento? Formar um doutor em sociologia do funk é relevante ao país ou seria melhor um doutor em ciências da terra? Onde exatamente temos necessidade? Os doutores de 5 anos atrás onde estão? Deram retorno ao País?? Fica o comentário.

                                        Denunciar abuso

                                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                        Qual é o problema nesse comentário?

                                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                        Confira os Termos de Uso

                                        • C

                                          Correa

                                          ± 6 dias

                                          Sim, o Brasil gasta demais com a educação superior e deixa em segundo plano o ensino fundamental e médio. É urgente qualificar o ensino fundamental e instalar creches nas periferias das grandes cidades. É o começo para uma Educação de qualidade.

                                          Denunciar abuso

                                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                          Qual é o problema nesse comentário?

                                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                          Confira os Termos de Uso

                                          • A

                                            Amauri N Kirchner

                                            ± 6 dias

                                            Ótimo artigo!

                                            Denunciar abuso

                                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                            Qual é o problema nesse comentário?

                                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                            Confira os Termos de Uso

                                            Fim dos comentários.