i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Lista

Dez países que cobram mensalidades em universidades públicas

    • Tiago Cordeiro, especial para a Gazeta do Povo
    • 22/07/2019 10:35
    Foto: Reprodução | Unsplash.
    Foto: Reprodução | Unsplash.| Foto:

    Quando se compara a gestão do ensino superior do Brasil com outros países desenvolvidos, o modelo de universidade pública, universal e inteiramente gratuita não é o mais comum. Ele está presente, em especial, nos países escandinavos, mas as nações de língua inglesa, por exemplo, costumam adotar outro padrão, que cobra dos alunos um retorno em dinheiro, seja durante, seja depois que a formação foi concluída.

    Conheça abaixo os casos de dez países onde as universidades públicas cobram algum tipo de retorno de seus alunos. A principal fonte dos dados é o estudo Education at a Glance, produzido anualmente pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

    Leia também: Novo quer cobrar mensalidade de estudantes universitários

    E também: Conheça o modelo de gestão privada que o governo estuda adotar em universidades federais

    1. Austrália

    Instalado há trinta anos, o modelo australiano prevê o pagamento de taxas mensais ao fim do período de estudos. O sistema gera um desconto automático no salário dos ex-alunos, de acordo com um valor mínimo de renda – o modelo foi proposto pelo economista Milton Friedman, nos anos 1950. O sistema atrai alunos de outros países: 17% de todos os estudantes de ensino superior da Austrália são estrangeiros, 47% deles vindos da China e da Índia.

    2. Canadá

    No país, tanto a graduação quanto a pós cobram mensalidades, que somam, ao longo de um ano letivo, de US$ 2 mil a US$ 5 mil. Cada universidade pode estabelecer os valores que pretende tomar. A participação da população no ensino superior é expressiva: 61% das pessoas entre 25 e 34 anos são formadas em alguma faculdade.

    3. Coreia do Sul

    Num país em que 98% dos cidadãos concluíram o ensino médio e 70% terminaram o ensino superior, a graduação nas universidades públicas do país custa entre US$ 2 mil e US$ 5 mil. Já o mestrado salta para a faixa entre US$ 5 mil e US$ 10 mil. O valor equivale a metade do cobrado pelas instituições particulares.

    4. Espanha

    Os alunos de universidades públicas pagam taxas para cada crédito da disciplina que cursam, partindo de US$ 14. Em Madri, uma norma publicada em 2015 provocou o aumento da mensalidade para estrangeiros que não têm cidadania europeia, e que agora pagam três vezes mais caro do que os locais.

    5. Estados Unidos

    Tanto as universidades públicas quanto as particulares são estimuladas a buscar financiamento no mercado e podem cobrar mensalidades dos alunos. Em geral, nas instituições estatais, onde estão dois terços dos alunos americanos, a mensalidade equivale à metade do valor e responde por cerca de 20% do orçamento da instituição. Atualmente, 80% dos alunos do ensino superior recebem bolsas ou subsídios governamentais.

    6. França

    Os alunos pagam taxas anuais para participar dos cursos de graduação e pós. Mas são valores simbólicos, que não ultrapassam os US$ 300 anuais – este sistema também é adotado em Portugal, ainda que lá os valores das anualidades alcancem os US$ 900. Mas, para os cursos voltados para o mercado de trabalho, como os MBAs, são cobradas mensalidades, definidas por cada instituição.

    7. Israel

    Em média, 20% do orçamento das universidades públicas do país vem da cobrança de mensalidades. Como acontece em outros países, o valor da mensalidade é equivalente à metade do total cobrado nas instituições particulares. A taxa para cursar em instituições estatais varia de R$ 4mil a R$ 10 mil.

    8. Itália

    As universidades são livres para definir as regras de cobrança de mensalidade, inclusive definindo critérios sociais para estabelecer a gratuidade para estudantes de baixa renda, e taxas diferenciadas de acordo com a situação familiar do aluno. O ensino superior tem atraído uma parcela maior de estudantes, um salto de 19% para 27% entre os adultos de 24 a 35 anos entre 2007 e 2017.

    9. Japão

    As instituições públicas de ensino superior cobram mensalidades que somam, para o ano letivo, valores equivalentes a US$ 5 mil, em média, para os cursos de bacharelado. É a quarta taxa mais alta entre os 36 países-membros da OCDE. Apesar do custo, 61% das pessoas com 25 a 64 anos têm graduação universitária, muito acima da média de 38% dos países da OCDE.

    10. Reino Unido

    Até o fim dos anos 1990, o ensino era inteiramente gratuito. O sistema foi alterado para a cobrança de mensalidades, instalado em paralelo com um amplo sistema de financiamento, que prevê o pagamento apenas depois da formatura: os ex-alunos que estiverem recebendo salários acima de um patamar pré-estabelecido pagam 9% de sua renda. Depois de 30 anos, a dívida é encerrada, independentemente do valor que foi pago ao longo do período.

    23 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 23 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

    • M

      MORALES

      ± 5 dias

      A universidade pública no Brasil é um equivoco que não nos leva um único centímetro para frente. O volume de dinheiro empregado é diametralmente desproporcional ao retorno à sociedade e jamais tivemos um único Nobel por nada. Nenhuma universidade federal desponta entre a lista das cem melhores do mundo, apesar de estarmos entre as dez maiores economias. O viés político é o foco, não a formação. Viagens e gastança do dinheiro do contribuinte é regra de departamentos e professores que estão protegidos por um manto de "autonomia do vale tudo com o dinheiro público". Contra fatos não há argumentos: isso aqui está errado pelo simples fato de não apresentar resultados. Simples assim.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • H

        Hilderlanio

        ± 5 dias

        Para contribuir com o debate, sou pobre, de ideais trabalhistas,portanto com viés da esquerda mas acho que as mensalidades deveriam ter alguma cobrança, isento só mesmo para pessoas com renda inferior a 2 salários mínimos e mesmo assim estas pessoas deveriam de alguma forma fazer seus estagios gratuitamente nas instituições. Assim as universidades públicas não seriam tão sucateadas, outrossim, defendo que as parcelas sejam 20% do que é cobrado nas particulares. É uma contradição da direita querer estado mínimo e defender que seus filhos que pagam cursinhos absurdos cursam em universidades gratuitamente.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        1 Respostas
        • M

          MORALES

          ± 5 dias

          Quem é contra cobrança de mensalidade em universidade pública é a esquerda. Dependesse da direita, estaria inclusive privatizada. Isso porque não é incomum professores passarem temporada na Europa, com dinheiro do contribuinte (o mesmo dinheiro que falta na estrutura da universidade), para fazer um curso de pós doc cujo tema é artesanato de comunidades ribeirinhas. É absurdo e inacreditável, mas o contribuinte paga esses malandros travestidos de defensores da educação. Obviamente que numa instituição privada esses malhditos teriam que trabalhar.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

      • F

        Fabiano

        ± 6 dias

        No BRASIL existe uma inversão na nossa cabeça ou não existe seriedade na imprensa, pois nas Universidades públicas os cursos cobiçados como Medicina, engenharias, direito, odontologia entre outras, suas vagas são preenchidas por pessoas que passaram por cursinhos caros, é alunos com carros importados, claramente famílias que poderiam contribuir com algum valor.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • L

          LIVIO MOZARTH MENDES MARCAL

          ± 6 dias

          Tudo é uma questão de começar. Se for esperar o Brasil chegar ao patamar de uma Coréia do Sul...então esquece. Cada mudança que o atual governo propõe vem com mil e uma falácias de áreas da oposição...ou muda agora ou esquece e continuem atrás tanto no ensino quanto em outras áreas.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • Z

            ZULEICA NYCZ

            ± 6 dias

            Colocam 10 países ricos pra defender a privatização em um país desigual e injusto como o Brasil. A que ponto chega a cobiça.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            1 Respostas
            • M

              MORALES

              ± 5 dias

              E continuará sendo desigual e injusto enquanto o Estado carregar no colo o "coitadismo" de gente que não quer trabalhar (de fato) por seus objetivos. Gastam metade do tempo em praças berrando e quebrando patrimônio público. Por favor.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

          • B

            B.D.Costa

            ± 6 dias

            Todos são países desenvolvidos... com questões de distribuição de renda bem resolvidas. São países sem abismo social como aqui... incomparáveis.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • M

              mezz

              ± 6 dias

              Países? Várias universidades estaduais já fizeram isso. Lógico que por um valor bem abaixo do comum, mas há várias que cobravam essas taxas dos alunos que não entraram por cota.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • T

                Thiago Zucchero

                ± 6 dias

                Deveriam cobrar para quem for fazer Pos/Dont/Mestrado...

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • T

                  Thais Gralik

                  ± 6 dias

                  Não dá para comparar com esses outros países, veja o caso da Coréia por exemplo. Acho que a maioria ainda não se deu conta que somos um país onde a maioria é pobre. Quem tem dinheiro (mesmo que pouco) consegue pagar uma universidade particular. Mas ainda creio que a universidade pública e gratuita do Brasil é melhor que as particulares.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • P

                    Patrick Raffael Comparoni

                    ± 6 dias

                    Tem alguma confusão nos dados do Japão em comparação aos do Canadá.

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    3 Respostas
                    • A

                      Adriano

                      ± 6 dias

                      verdade

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                    • J

                      J. Campos

                      ± 6 dias

                      Adriano: 61% não está abaixo de 57%.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                    • A

                      Adriano

                      ± 6 dias

                      qual seria?

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                  • E

                    Edson José do Nascimento

                    ± 6 dias

                    Já que sempre usam o exemplo dos países ricos quando se trata de ensino publico, porque não usar o mesmo critério para políticos e para os salarios, afinal, nos EUA se paga o ensino publico, mas o trabalhador ganha como salario minimo 1,000 dólares, que tal implantar esse salario aqui. E quanto aos políticos corruptos, porque não usar as mesmas leis que usam lá. Afinal, o preço dos derivados petróleo já é dolarizado, vamos dolarizar o país inteiro, não seria mais justo?

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    2 Respostas
                    • A

                      ANDRE GUSTAVO GUARIENTI DE ALMEIDA F

                      ± 6 dias

                      Nos EUA o salário mínimo muda de estado para estado, e é fixado em hora, não exite salário mínimo mensal e sim hora trabalhada com valor mínimo que se pode pagar, quanto mais horas preve o contrato de trabalho, mais se recebe. Lá não tem FGTS, 13º, adicional de férias e no periodo que vc sai de férias não recebe nada. Alem do mais não tem justiça do trabalho

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                    • T

                      Thais Gralik

                      ± 6 dias

                      Taí, gostei!

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                  • J

                    Junior

                    ± 6 dias

                    ISSO PORQUE O PAPO AINDA NÃO CHEGOU NOS HOSPITAIS PÚBLICOS. ADMINISTRATIVAMENTE INVIÁVEL, A SAÚDE NO PARANÁ FUNCIONA ASSIM: TEM UM HOSPITAL, DEPOIS UMA FUNDAÇÃO, AI OUTRA FUNDAÇÃO, AI UMA SECRETÁRIA, AI EMPRESAS PUBLICAS PRESTANDO SERVIÇO. ALÉM DE TUDO A INEFICIÊNCIA, CORRUPÇÃO E UM MONTE DE CABIDE. CUSTO 500 MILHÕES POR MÊS. AGORA VEJAMOS UM HOSPITAL PRIVADO: TEM O HOSPITAL. E SÓ. CUSTO 5 MILHÕES POR MÊS.

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    • V

                      Vitor Chvidchenko

                      ± 6 dias

                      Não vejo problema em as universidades públicas começarem a cobrar pelo ensino, desde que reduzam a nossa carga tributária. Hoje, essas universidades são mantidas totalmente à base de impostos (não existe ensino GRATUITO, conforme acredita a turma da esquerda). Agora, se quiserem cobrar mensalidade dos alunos, então que reduzam os nossos impostos. Cobrar duas vezes pela mesma coisa é que não dá.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      • J

                        JOSMAR PORTUGAL VAZ

                        ± 6 dias

                        Diminuir impostos porque ninguém aguenta mais . É imposto pra caramba neste Brasil . Quanto às universidades acho que tem que cobrar de quem pode . Nas federais a maioria dos estudantes tem grana.

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                        • W

                          Wilbur Archibald III

                          ± 6 dias

                          Se começaram a cobrar, a evasão diminui. Brasileiro não dá valor para o que é de graça.

                          Denunciar abuso

                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                          Qual é o problema nesse comentário?

                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                          Confira os Termos de Uso

                          • F

                            Freitas

                            ± 6 dias

                            Não é tabu. O que é tabu é a nossa imensa carga tributária. Pagamos muito e recebemos pouco.

                            Denunciar abuso

                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                            Qual é o problema nesse comentário?

                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                            Confira os Termos de Uso

                            Fim dos comentários.