i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Educação

Diversidade é incompleta sem liberdade de pensamento, diz membro do CNE

  • Por Leonardo Desideri
  • Brasília
  • 15/01/2021 20:15
Gabriel Giannattasio
Gabriel Giannattasio, membro do CNE e professor do Departamento de História da UEL.| Foto: Arquivo pessoal

Quando, em julho de 2020, o presidente Jair Bolsonaro indicou novos nomes para o Conselho Nacional de Educação (CNE) – órgão de assessoramento do governo federal que serve para avaliar políticas públicas na área educacional –, entidades representativas do setor desferiram críticas às indicações, acusando viés ideológico e falta de diversidade nas escolhas.

Ironicamente, um dos nomes indicados tem como principal bandeira na área de políticas públicas para educação a pauta da diversidade de pensamento na academia. Gabriel Giannattasio, professor do Departamento de História da Universidade Estadual de Londrina (UEL), conduzia nessa instituição um projeto de extensão intitulado "UEL, a casa da tolerância", com o objetivo de promover o resgate da liberdade de pensamento e do diálogo aberto no universo acadêmico. Agora, ele quer trazer a pauta para o CNE.

“O problema da liberdade e da diversidade de pensamento na educação está na ordem do dia, tanto na esfera básica quanto na esfera superior. Nós não chegamos da noite para o dia à situação em que nos encontramos, com uma hegemonia de certo modo de pensar. Nós não vamos superar esse problema do dia para a noite. Isso vai demandar tempo”, diz ele.

Ser membro do CNE, para Giannattasio, é uma oportunidade de ajudar a abrir caminho para um novo modo de pensar o ensino. Para combater o problema do discurso uníssono na academia e na educação básica são necessárias, segundo ele, respostas em diversas esferas da sociedade, mas o CNE – que não conduz as políticas públicas e só tem poder de assessorar o governo –, pode ao menos ajudar a apontar para o governo os desafios e as possíveis soluções.

“Trazer este tema para o âmbito de uma instituição do governo federal como é o CNE permite dar uma resposta mais institucional. Não acredito que o CNE vá resolver o problema, mas ele pode atuar no sentido de começar a lançar um pouco de luz em torno do tema”, diz.

Comissão para avaliar liberdade acadêmica é uma possibilidade

Uma das propostas de Giannattasio para contribuir para a diversidade de pensamento na academia durante seu mandato, que dura quatro anos, é a criação de uma Comissão de Liberdade Acadêmica dentro do CNE. Esse novo órgão teria um papel análogo ao de outras comissões relacionadas ao tema da diversidade, como a Comissão Técnica Nacional de Diversidade para Assuntos Relacionados à Educação dos Afro-brasileiros, que avalia, entre outras coisas, a aplicação de cotas raciais.

“Se nós temos instrumentos para medir a capacidade das instituições de ensino de serem mais diversificadas do ponto de vista demográfico, por que não adotamos também instrumentos que permitam avaliar a diversidade de pensamento no sistema de ensino?”, questiona.

Giannattasio explica que um dos papéis de uma comissão relacionada à liberdade de pensamento poderia ser a criação de instrumentos para avaliar a diversidade de ideias presente nas instituições de ensino.

“Os institutos que avaliam o ensinos básico e superior têm instrumentos de avaliação desse tipo. A pergunta que eu me faço, e quero dirigir ao Conselho Nacional de Educação, é por que nós não temos um instrumento que permite avaliar a educação tanto superior quanto básica na sua dimensão de diversidade de pensamento, do mesmo modo que nós temos instrumentos que avaliam a capacitação dos alunos, a qualidade dos cursos de graduação e pós-graduação, e a diversidade demográfica”, explica.

O primeiro passo de uma comissão desse tipo seria verificar se a premissa que justifica sua existência é verdadeira, ou seja, se realmente a falta de diversidade de pensamento é um problema na educação brasileira. “Estamos estudando a possibilidade de introduzir no sistema de avaliação da educação nacional instrumentos que permitam diagnosticar, primeiro, se a diversidade de pensamento é um problema ou não. Se efetivamente for um problema, queremos saber que ferramentas podemos usar para incentivar a educação a se tornar mais diversificada do ponto de vista do pensamento”, diz Giannattasio.

Instrumentos para avaliar liberdade acadêmica poderiam incluir análise da diversidade de pensamento em livros didáticos

A criação de comissões dentro do CNE depende da aprovação da maioria dos membros – isto é, 13 votos entre os 24 possíveis, caso não haja ausências. A votação sobre a criação da Comissão de Liberdade Acadêmica deverá acontecer em breve.

Giannattasio diz que uma das funções que essa comissão poderia cumprir, caso ela seja aprovada pelos atuais membros do CNE, seria avaliar a diversidade de pensamento presente em livros didáticos. Isso poderia ajudar a evitar, por exemplo, o problema da carga ideológica presente em certos conteúdos, já que a pluralidade de visões seria uma exigência.

A Comissão de Liberdade Acadêmica poderia elaborar, segundo Giannattasio, “instrumentos de medição da diversidade de pensamento nos sistemas de avaliação educacionais já existentes, tanto da educação básica, quanto superior” e “dar a devida relevância ao tema na análise do livro didático”.

Outro papel dessa comissão poderia ser a criação de um código de ética docente, para que os professores estivessem mais a par de suas responsabilidades e da importância da liberdade de pensamento na academia.

16 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 16 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • V

    VOTO IMPRESSO JÁ

    ± 6 horas

    Ele quer forjar um sistema de avaliação viciado, de forma que o resultado sempre acuse que falta conteúdo esquerdopata. Essa é uma velha tática gramscista.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • L

      Luciano Borges de Santana

      ± 20 horas

      Esta proposta pode até avançar dentro do Conselho, mas não vai descer para se tornar uma prática cotidiana seja na Educação Básica e muito menos na Educação Superior. A esquerda há décadas passou a enxergar o aparelho educacional como uma parte integrante e estratégica do cumprimento de sua agenda ideológica, e não irá largar esse "filé mignon" por absolutamente nada.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • C

        Carlos fastruck

        17/01/2021 1:05:14

        Nos dias de hoje alguém conservador com pensamentos de direita, não encontra ambiente acolhedor em cursos de história ou geografia no Brasil, local onde os comunistas estão totalmente empenhados em mudar o passado.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • W

          wilmar scoz

          16/01/2021 20:39:25

          A carga ideológica nas universidades é muito grande. As ideologias dos movimentos os ciais, como feministas dos negros e LGBT, é muito presente. Os cadernos e livros são recheados de ideologias.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • A

            ALVARO JOSE JUNQUEIRA NUNES

            16/01/2021 15:31:40

            Sem dúvida, a liberdade de expressão é pressuposto para se debater o tema da diversidade. A interferência ideológica, porém, não permite este avanço civilizatório.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            1 Respostas
            • B

              Beto Burke

              16/01/2021 20:05:10

              Isso, e esse argumento sobre a diversidade que tanto é usado pelos ideólogos de esquerda deixa-os encurralados dentro do seu próprio argumento. É um verdadeiro sacrilégio se dentro de uma instituição de ensino, pesquisa e ciência não tiver diversidade de pensamento.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

          • D

            DENISSON HONORIO DA SILVA

            17/01/2021 0:33:03

            Sinto-lhe dizer professor. Sua tarefa é de Sísifo. Não aceitarão que autores não esquerdistas sejam discutidos. Fico imaginando como serão essas reuniões. Espero que ninguém entre armado. Mas para contextualizar, bem antes da eleição do Bolsonaro, em 2009, tive que estudar com um livro de geografia de autores da UEL, com mestrado na USP, para um curso de especialização(nivelamento). Eram tantos absurdos, como o capitalismo internaciomal e exploração da classe trabalhadora. Boa sorte.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            1 Respostas
            • L

              Luciano Borges de Santana

              ± 20 horas

              Prezado Denisson, eu concordo plenamente com você. Esta proposta pode até avançar dentro do Conselho, mas não vai descer para se tornar uma prática cotidiana seja na Educação Básica e muito menos na Educação Superior. A esquerda há décadas passou a enxergar o aparelho educacional como uma parte integrante e estratégica do cumprimento de sua agenda ideológica, e não irá largar esse "filé mignon" por absolutamente nada.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

          • A

            Ayrton Pacca Fattorelli

            16/01/2021 11:55:04

            A incapacidade de se questionar é uma doença grave que contamina aqueles que buscam nos fatos apenas confirmar suas ideias.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • C

              CF

              16/01/2021 11:14:05

              Avaliação e abordagem absolutamente necessárias, mas inviáveis em um país sem consequências (Reino da impunidade). Professor aceitar um código de ética é querer demais dos nossos, que são instrumentos de dominação, frequentemente.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • I

                IvoHM

                16/01/2021 11:13:08

                Um bom exemplo do que é o apreço pela "pluralidade", pela "diversidade", pelo "tudo de bom" em que se tornou a academia brasileira, foi a perseguição sofrida pela atual deputada estadual por Santa Catarina, Ana Carolina Campagnolo, quando entrou para o Curso de Pós-Graduação em História da UFSC. É realmente lindo e encorajador ver como são bem recebidos os alunos conservadores em um ambiente claramente "diverso", "plural" e "tudo de bom".

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • M

                  Marco Polo

                  16/01/2021 10:40:40

                  É óbvio que o povo de bem e com uma mínima instrução, isso significa não ser um daqueles submetidos a lavagem cerebral com sucesso, apoia e incentiva a pluralidade de ideias e pensamentos em todo e qualquer estágio da vida; muito mais no ensino, e quanto mais no público, visto que são todos que pagam por esse serviço! No entanto, tal qual tentar convencer o bandido de que não é certo roubar, é absolutamente ineficaz tentar fazer com que o doutrinado ideologicamente entenda algo diferente de sua crença! Apenas a imposição de uma força maior impedirá as atuações maléficas dos militantes transvestidos de professores, tal qual as penalidades aplicadas aos bandidos, e mesmo assim após anos!

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • E

                    Eduard Fontcuberta

                    16/01/2021 9:46:25

                    Existem indicadores bastante objetivos, e que já foram levantados diversas vezes no passado recente, que confirmam a hegemonia do pensamento progressista nas faculdades de humanas. A saber: 1) % de teses de mestrado e doutorado com referências concretas já nos “abstracts” a Marx, Engels, Gramsci, etc; 2) composição % da filiação partidária dos diretores de faculdade, docentes e orientadores acadêmicos. Uma boa discussão sobre o tema facilmente identifica muitos outros indicadores objetivos que vão confirmar o que todos já sabem: as universidades são verdadeiros “bunkers” mono-partido há décadas. E seus ditadores, travestidos de professores e diretores, farão de tudo para permanecer no poder

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    • M

                      Marko

                      16/01/2021 3:08:35

                      Cotas são instrumentos racistas e segregacionistas. Todas as IES de ensino superior, estaduais e federais deveriam ser extintas! São ralos de dinheiro do pagador de impostos e nada mais. E todo mundo sabe que há hegemonia de pensamento sim, nesse meio e, justamente por isso que querem criticaram tal iniciativa. Enfim, sonho com o dia que essas IES serão extintas.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      1 Respostas
                      • F

                        fernanda ribeiro

                        16/01/2021 12:25:35

                        É necessário cobrança para que os prazos finais previstos nas leis que preveem políticas de preferências raciais dos negros sejam cumpridos. Há hj cotas até mesmo para mestrado e doutorado. Cotas são necessariamente temporárias, nas leis há termos finais, mas serão prorrogados acaso não haja mobilização e pressão. Já há mobilização para continuidade, pq algumas estão se aproximando do fim, como a lei federal que concede cotas raciais em concursos públicos (lei n 12990/2014)

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                    • T

                      TIAGO

                      16/01/2021 2:09:10

                      Muitos q dizem defender diversidade de pensamento são hipócritas. Por exemplo, eu posso pensar q homossexualismo é condição comportamental adquirida no processo de criação ou tenho obrigação de pensar q todo ser humano já nasce homossexual? Tenho obrigação de pensar q menina n nasce menina e q a condiçao de ser menina é uma construção social ou posso pensar o inverso? Hegemonia esquerdista (utopia) domina as universidades. Só n domina a vida real (UFA).

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      Fim dos comentários.