i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Ensino Superior

Média do Enem varia segundo a universidade no Paraná

MEC garante que instituições têm autonomia para dar pesos diferentes às provas. Primeira chamada do Sisu foi divulgada ontem

  • PorTalita Boros Voitch, especial para a Gazeta do Povo, com Agência O Globo
  • 13/01/2014 21:10
A londrinense Isabela Tramontini, 18 anos, foi selecionada para Medicina na Unioeste via Sisu | Roberto Custódio/Jornal de Londrina
A londrinense Isabela Tramontini, 18 anos, foi selecionada para Medicina na Unioeste via Sisu| Foto: Roberto Custódio/Jornal de Londrina

Fique atento

Confira o cronograma do Sisu estipulado pelo MEC

• 17 a 21 janeiro – matrícula da 1ª chamada.

• 27 janeiro – resultado da 2ª chamada.

• 27 janeiro a 7 fevereiro – inscrições para a lista de espera.

• 31 janeiro a 4 fevereiro – matrícula da 2ª chamada.

• A partir de 11 fevereiro – convocação de candidatos em lista de espera.

Particulares

Inscrições para mais de 191 mil bolsas do ProUni vão até dia 17

As inscrições para a primeira edição de 2014 do Programa Universidade para Todos (ProUni) foram abertas ontem e devem ser feitas até as 23h59 do próximo dia 17, pelo site do programa. A oferta é de 131.636 bolsas integrais e 59.989 parciais, em 25,9 mil cursos. Segundo o MEC, houve 18% de aumento no número de bolsas em relação ao ano passado.

Os cursos com o maior número de vagas são os de Administração (21.252), Pedagogia (14.773) e Direito (13.794). Este ano, serão 1.116 instituições participantes em 991 municípios. Em Curitiba, 105 cursos são ofertados.

Chamadas

O programa terá duas chamadas on-line. Os resultados da primeira serão divulgados no dia 20 deste mês e o da segunda em 3 de fevereiro, ambos na página do programa na internet.

Para participar

Para fazer a inscrição no ProUni, o candidato deve ter participado do Enem de 2013 e obtido no mínimo 450 pontos na média das notas. Além de não ter zerado na redação.

No momento da inscrição, será necessário informar o número de inscrição e a senha usados no Enem e o Cadastro de Pessoa Física (CPF). O candidato não pode ter diploma de curso superior. Informações e inscrições no site http://siteprouni.mec.gov.br/

"É uma oportunidade fantástica que nós estamos dando aos jovens e, por mérito. Quem teve a melhor nota terá a colocação. O critério é transparente e de meritocracia."

Aloizio Mercadante, ministro da Educação, na divulgação da primeira chamada do Sisu, ontem, em Brasília.

* * * * *

4,9 milhões de inscrições. Foi quanto atingiu o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) em seu quarto de existência, já que cada uma dos 2.559.987 alunos inscritos podiam optar por até dois cursos no esquema. Na primeira edição de 2013, foram 1.949.958 inscritos e 3.801.894 inscrições.

* * * * *

Maringá

O Centro Universitário de Maringá (Unicesumar) oferece neste ano 1.198 bolsas de estudo pelo Programa para Todos, o ProUni. As bolsas são para cursos presenciais no campus de Maringá e para opções à distância disponíveis para 53 municípios em 12 estados.

  • Aloizio Mercadante, ministro da Educação, na divulgação da primeira chamada do Sisu, ontem, em Brasília

Qual conhecimento qualifica melhor um futuro estudante de Engenharia Mecânica? A resposta varia segundo a universidade escolhida para graduação. Pelo menos é isso que mostra uma comparação do peso das provas do Enem no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) entre as instituições do estado. Mesmo considerando que a nota avaliada é a mesma, a média final do candidato muda de acordo com a universidade. Os resultados da primeira chamada do Sisu foram divulgados ontem pelo Ministério da Educação (MEC).

Enquanto na Universidade Federal do Paraná (UFPR) todas as provas tiveram peso único, na Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), a nota em Redação valeu três vezes mais que na Universidade Tecnológica do Paraná (UTFPR) para o egresso em Mecânica. Ao mesmo tempo, a prova de Matemática teve peso 3 na Unioeste e 4 na UTFPR. O mesmo acontece no curso de Engenharia Civil, por exemplo.

Considerando que muitas vezes a diferença entre a aprovação ou não do estudante seja definida em décimos, tamanha mudança no peso das disciplinas pode alterar a lista final dos aprovados.

Na UFPR todas as cinco provas – Redação, Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza e Ciências Humanas – tiveram peso 1, independentemente do curso escolhido pelo estudante. Isto significa que elas valeram o mesmo na conta da média final.

Eid Badr, presidente da Comissão Nacional de Educação Jurídica da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), afirma que as universidades têm autonomia para definir critérios de seleção. Além dos pesos, elas estipulam notas de corte nas cinco provas do Enem – a única regra geral é que a nota zero na redação eliminasse os candidatos. "Como toda liberdade assegurada pelo Estado, tem que ser utilizada com bom senso. Espero que as universidades façam isso", diz Badr.

O Sisu ofereceu 171 mil vagas em instituições públicas de todo o país, tendo como critério único de seleção as notas do último Enem. No Paraná, eram 8.417 oportunidades. A londrinense Isabela Tramontini, 18 anos, foi selecionada para Medicina na Unioeste. Segundo ela, a vantagem em se inscrever no Sisu é concorrer a vagas que no vestibular comum bateriam com provas de outras instituições.

O número total de inscritos no Sisu neste ano aumentou 31,28% em relação ao ano passado e é o maior desde a criação do sistema, em 2010.

Escolha

Estudantes aprovados tanto no vestibular tradicional quanto no Sisu podem optar através de qual modalidade querem se matricular na universidade. Entre os aprovados no vestibular tradicional de Medicina da UFPR, por exemplo, dois também aparecem na lista de aprovados do Sisu.

Uma delas é a pontagrossense Camila Varotto Baroncini. A jovem, que ainda aguarda o resultado da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), deve se matricular na UFPR através do Sisu. "No vestibular normal ela passou para o segundo semestre. No Sisu ela já entra no primeiro", afirma Sérgio Baroncini, pai da estudante.

No caso de Camila, a vaga deixada em aberto por ela deve ir para outro candidato na segunda chamada do vestibular tradicional, que deve ser divulgada em 14 de fevereiro.

A UFPR fará apenas duas chamadas via Sisu. As vagas que sobrarem entrarão na lista de espera do vestibular tradicional da instituição.

Colaborou Juliana Blume, do JL.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.