i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Posse do CNE

“Não teremos discussão ideológica, por viés de esquerda ou direita”, diz ministro da Educação

  • Isabelle BaronePor Isabelle Barone
  • Brasília
  • 04/08/2020 16:03
Milton Ribeiro é o novo ministro da Educação
Milton Ribeiro, novo ministro da Educação.| Foto: Reprodução

Ao dar posse aos novos integrantes do Conselho Nacional de Educação (CNE), nesta terça-feira (4), o ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou que não haverá espaço para "discussão ideológica, seja por viés de esquerda ou direita" durante sua gestão.

"O que quero dos senhores é dedicação. Não teremos nenhum tipo de discussão ideológica, seja por viés de esquerda ou direita. Não posso crer que pessoas como vocês tenham vindo para o CNE para discutir esse tipo de matéria", disse o ministro durante a solenidade de posse, realizada por videoconferência.

O CNE é um órgão colegiado ligado ao MEC que tem atribuições normativas, deliberativas e de assessoramento da pasta. Ele é composto pelas Câmaras de Educação Básica e de Educação Superior, constituídas, cada uma, por doze conselheiros. Com o MEC, o CNE foi responsável, por exemplo, pela elaboração de normativas aos entes federativos sobre a volta às aulas. Elaborou, também, o Plano Nacional de Educação (PNE) e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

"Fiquei preocupado diante de uma postura extremista que vi nas redes sociais. Precisamos do melhor da mente e experiência de cada um. Ideias individuais não vão prevalecer. Todos terão liberdade de expor suas ideias", disse.

Ribeiro também afirmou estar sendo criticado por querer ouvir professores. Em seu discurso de posse, o ministro defendeu "grande diálogo" com educadores. "De todas as matizes, aquilo que for interessante, nós vamos usar. O que não for interessante, no meu ponto de vista, e próprios a serem aplicados, naturalmente não serão", afirmou nesta terça.

O ministro ainda disse que "em nenhum momento fez qualquer tipo de movimento para tentar influenciar ou falar com Bolsonaro para mudar os nomes" indicados ao CNE. Antes de deixar o governo e seguir para os Estados Unidos, o ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, deixou ao presidente uma lista com nove nomes indicados ao colegiado. Os nomes foram criticados por entidades representativas da educação, como Consed e Undime.

"Eu não sou candidato da frente evangélica, embora seja evangélico. O presidente teve minha admiração pelo fato de ter me escolhido, quando poderia leiloar o cargo do ministério a grupos políticos e teria tranquilidade de votação que talvez fosse interessante pra ele", disse Ribeiro.

Participaram da solenidade Victor Godoy, secretário-executivo do MEC, e os secretários Carlos Nadalim, da Secretaria de Alfabetização (Sealf), e Ilona Becskéhazy, da Secretaria de Educação Básica (SEB).

Nova composição

Entre os novos membros que devem compor a Câmara de Educação Básica estão Fernando Capovilla, PhD em Psicologia e professor titular da USP, especialista em alfabetização, e Augusto Buchweitz, pesquisador do Instituto do Cérebro e professor da Escola de Ciências da Saúde da PUC RS. Os dois são especialistas prestigiados no âmbito da ciência cognitiva e contribuíram para a elaboração de importantes documentos como a Política Nacional de Alfabetização e o relatório da 1ª Conferência Nacional de Alfabetização (Conabe), a ser publicado em breve.

"Estou no CNE para trabalhar com grande ênfase na Educação Infantil, para sua universalização, e nos anos inicias do ensino fundamental", disse Capovilla. "Em 2003, iniciamos a revolução fônica, e agora é a oportunidade de expandir o escopo da nossa atuação".

"Quero trazer a contribuição da ciência e neurociência da leitura para nossa educação e, assim, melhorar índices de aprendizagem", afirmou Buchweitz.

Além deles, foram empossados conselheiros Tiago Tondinelli, pós-doutor em Filosofia pelo Univem, Amábile Aparecida Pacios, vice-presidente da Federação Nacional das Escolas Particulares (Fenep), Gabriel Giannattasio, doutor em História pela UFPR, Valseni José Pereira Braga, mestre em Administração pela Fundação Pedro Leopoldo, Wiliam da Cunha, ex-diretor de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência do Distrito Federal e atual diretor na Sealf. Suely Melo de Castro Menezes, diretora da Cofenen (Confederação Nacional de Escolas Particulares de Ensino), foi reconduzida à Câmara de Educação Básica.

"Haverá diálogo com evidências científicas e autênticos preceitos filosóficos de nossa tradição", afirmou Tiago Tondinelli, novo conselheiro. "Devemos abraçar pontos estratégicos da BNCC, como a valorização do professor, oportunizando ao docente liberdade de ensinar, sem nos esquecermos do indispensável diálogo".

Ginattasio disse, durante a solenidade, que "fala-se muito sobre a necessidade da diversidade étnica e socioeconômica, mas fala-se pouco de diversidade ideológica". "Sem a livre circulação das ideias e liberdade de expressão, o direito de divergir e criticar, sem liberdade ideológica enfim, nenhum investimento nos resgatará de nossa pobreza intelectual".

Passam a fazer parte da Câmara Superior do CNE: Anderson da Silveira, professor permanente do Programa de pós-graduação Multicêntrico em Ciências Fisiológicas da Sociedade Brasileira de Fisiologia, e Aristides Cimadon, reitor da Unoesc e que já esteve entre os cotados para o cargo de ministro. Luiz Roberto Liza Curi, doutor em Economia pela Unicamp, foi reconduzido à Câmara Superior.

Críticas

As nomeações, à época em que anunciadas, foram recebidas com críticas por parte de algumas entidades representativas da educação, como Undime e Consed, que afirmaram que a nova composição daria espaço ao que chamam de "olavismo", já que alguns dos indicados têm ligação com o escritor Olavo de Carvalho. Em nota de repúdio, as organizações criticaram os critérios utilizados pelo governo para a nova composição e afirmam que a ação não respeita à "representação paritária das três esferas de governo".

"Ignorar as indicações das instituições responsáveis pela gestão dos sistemas públicos de educação e desconsiderar as representações de 27 redes estaduais e 5.568 redes municipais vai na contramão da instituição do Sistema Nacional de Educação", afirmam.

Não há, contudo, princípio legal que obrigue o presidente da República a acatar os nomes sugeridos. "Desconsiderar as sugestões dos gestores da educação pública de todo o país para a composição de um colegiado tão importante como o CNE transmite uma mensagem negativa e preocupante", dizem, embora não façam menção, no documento, a respeito de uma sugestão acatada pelo governo - a recondução de Luiz Roberto Liza Curi à Câmara de Educação Superior.

Os nomes indicados por Undime e Consed à Câmara de Educação Básica foram: Maria Cecilia da Motta e Manoel Humberto Gonzaga Lima, Leila Perussolo, além da recondução de Alessio Costa Lima e Eduardo Deschamps. Para compor a Câmara de Educação Superior, as organizações sugeriram os nomes de Josué Modesto, Rodrigo Sartori, Gilberto Gonçalves Garcia (cotado para o MEC, Simon Schwartzman e a recondução de Luiz Roberto Curi.

10 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 10 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • G

    GUILHERMO BRASIL RASQUIN

    ± 0 minutos

    Grandes diálogos com minúsculos educadores. Já avisei: com máfia não tem papo macio. O ministro chega cheio de medo... mas, a esquerdalhada que está lá, mofando nas poltronas da educação há décadas, assim como um Cérbero defendendo o portal do inferno, não está usando focinheira, estão prontos para morder e proteger seu território. Weintraub teve peito e falou tudo aquilo que os verdadeiros professores pensamos. Foi expulso de lá a mordidas, sem diálogo, nem humor.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • P

      Pzig

      ± 11 horas

      Com o imenso aparelhamento nas universdades, sindicatos de professores e centro academicos, na intensão de derrubar quem for empossado de pelo governo, dificilmente conseguirá trabalhar.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • F

        Fernanda

        ± 13 horas

        será que milton ribeiro vai ser um bom ministro ??

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • S

          Sr. Walker

          ± 13 horas

          E a Terra é plana e a teoria da evolução das espécies é besteira sem pé nem cabeça, né ministro?_Vai voltar a pedagogia da palmada, ajoelhar no milha e ficar de rosto para a parede.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          1 Respostas
          • G

            GUILHERMO BRASIL RASQUIN

            ± 7 minutos

            Senhor, o jornalismo brasileiro (assim como a educação) está quase totalmente contaminado pelo discurso ultrapassado de esquerda. Há outros jornais e tablóides para um público que certamente você irá gostar. O GDP, graças a Deus, certamente não segue essa linha da ditadura comunista.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

        • F

          Felipe S. Lima

          ± 13 horas

          Força, Ministro!!! Deus Abençoe seus trabalhos!!!

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • M

            Marcos Aurélio da Rocha

            ± 13 horas

            Alguns dizem que combate a esquerda e só fazem barulho. Outros levantam a bandeira branca em uma mão e atira escondido contra a esquerda com a outra mão.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • F

              Fabio Pereira dos Santos

              ± 13 horas

              É notório que falta na docência diversidade de pensamentos, e não esta falsa alteridade de saber. E que estas vozes destoantes do status quo traga verdadeiramente um ambiente plural para as escolas, e principalmente as universidades.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • F

                Felipe Scaramuzza

                ± 13 horas

                Tá na hora de por a esquerda para correr.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • E

                  Emerson Adam

                  ± 13 horas

                  Então a educação continuará uma m_e_r_d_a, permanecerá exatamente como a esquerda quer. Será perpetuado o pacto da mediocridade, onde professores fingem que ensinam e os alunos fingem que aprendem. Paulo Freire continuará firme e forte sentando a pá de cal na cabeça do povo mais burro da terra: o brasileiro!

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  Fim dos comentários.