O vestibular da Universidade Estadual de Londrina, com primeira fase em 30 de outubro, terá 25.114 candidatos, número 32,1% maior que no ano passado, quando 19.006 vestibulandos estiveram na disputa. As informações foram divulgadas na tarde desta terça-feira (20).

A organização credita o aumento na concorrência a pelo menos três fatores: maior divulgação do vestibular da UEL nas escolas de Londrina, prova em novo formato – com 12 questões discursivas na 2ª fase - e distância entre as datas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em 22 e 23 de outubro. A segunda fase do vestibular da UEL está marcada para 20,21 e 22 de novembro.

A Redação, também na 2ª fase, terá duas a quatro propostas de temas – o tempo diário é de quatro horas para a prova. Sob requisição de candidatos surdos, a UEL também aplicará provas na Língua Brasileira de Sinais (Libras).

"A nova prova já desperta a atenção de alunos de vários estados", afirma Elaine Mateus, chefe da Coordenadoria de Processos Seletivos (COPS) da UEL. "Além disso, propusemos uma data que coincide com a prova de poucas universidades do país".

Com mais vestibulandos, a UEL deve "diluir" a movimentação dos novos inscritos por mais escolas de Londrina para evitar concentrações e congestionamentos em pontos da cidade. "Poderíamos colocar mais gente no campus, mas é uma estratégia arriscada. Preferimos buscar novas escolas para acomodar todo mundo sem problemas", aposta a coordenadora. "Com certeza os candidatos terão que ficar mais atentos nos dias das provas".

Na próxima semana, a UEL promete divulgar a relação de concorrência por vaga para os cursos na disputa. Informações sobre o Cartão de Identificação do Candidato poderão ser acessadas no site da UEL (www.uel.br) a partir de 13 de outubro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]